©2014 VICE Media LLC

    The VICE Channels

      Desisti do Facebook porque a CIA manda naquilo

      November 7, 2012

      Por Joana Silva

      Toda a gente tem Facebook hoje em dia. TODA a gente. Os teus pais, os teus professores, os teus amigos e inimigos, a pessoa que trabalha no bar da tua faculdade, o gajo giro que viste no centro comercial. Mesmo aquelas pessoas proto-activistas que comentam todas as notícias dos jornais com "vai estudar, Relvas". Sabes, aquela malta do contra que não sabe expressar indignação, mesmo que ela seja justificada. Essas pessoas também têm Facebook, sobretudo para poderem dizer mal do Facebook. Eu também tenho uma conta, claro, ou melhor: tinha.

      Já só usava aquilo para estar em grupos privados com pessoas conhecidas e para dar os parabéns a pessoas que não me lembro se conheço. Vai daí pensei em fechar o meu Facebook. Mas fiquei indecisa, ainda tem a sua utilidade e, assim como assim, era um passo meio arrojado. Nenhum amigo meu ficou, nos últimos dois anos, mais do que um dia sem ir ao Facebook, a menos que estivesse de castigo por ter partilhado uma foto com mamas.

      Mas depois descobri que a CIA manda no Facebook e que o Mark Zuckerberg é apenas uma espécie de super agente secreto das informáticas e forcei-me a fechar a minha conta. Não acreditas em mim? E na internet, acreditas?

      No Twitter:











      No Facebook:





      No YouTube:













      Ainda quis incluir screenshots do Pinterest, mas distraí-me com uma imagem de um bebé vestido de girassol. Pá, talvez estas pessoas sejam só uns conspiradores lunáticos (América, típico), mas eu não vou arriscar. E estou a ler mais livros do que nunca. Sobre conspirações.

      -

      Temas: Joana Silva, facebook, redes sociais, CIA, conspiração, Mark Zuckerberg, internet, Illuminati

      Comentários