Música: The 3D's

Por Paulo Cecílio


We Bury The Living: Early Recordings 1989-90
Flying Nun Records
8/10

Creio ter alcançado o zénite do hipsterismo: estou a escrever sobre uma compilação de Lados B, Demos e EPs remasterizados de uma banda neo-zelandesa dos anos 90. Os 3D's, parece, eram minimamente conhecidos entre a populaça indie da altura, recebendo props dos Pavement e dos Guided By Voices e acabando a abrir dois concertos dos U2, que é essencialmente aquilo a que uma banda da Commonwealth pode aspirar (equivalente nacional: abrir para Xutos). Posto isto, We Bury The Living é um disco bem porreiro, onde encontramos toda uma esquizofrenia ao longo de 21 canções: num minuto plagiam os Sonic Youth, no outro os Pixies e, pelo meio, ainda fazem uma perninha aos territórios sonic-pop dos My Bloody Valentine de início da carreira. É com discos assim que se passam a conhecer bandas fixes de países cuja maior exportação é o estereótipo de que lá toda a gente fode ovelhas.

Comentários