Notícias pela tarde: os árbitros vão ser aumentados e as baguetes com recheio de pénis

Por Redacção


Dois portugueses que recebem mais do que deviam.

A Federação Portuguesa de Futebol encomendou um estudo que propõe um salário bruto de 72 mil euros anuais aos árbitros de futebol. Isto significa uma subida de 60 por cento em relação ao valor dos salários do ano passado. A arbitragem é o novo emprego para toda a vida, aparentemente.


Tipo isto, só que mais fofo.

O bebé mais queque do mundo já nasceu. E já se sabe que é um rapaz com 3,8 quilos e que será o sucessor do pai, que por sua vez aguarda suceder ao seu próprio pai, que aguarda suceder à sua mãe — sim, as monarquias são complicadas. Só não sabemos o nome do puto, por isso podem tentar apostar: nome de beto, nome de super beto ou nome de beto real?


Adivinhem: foi despedido.

Nos EUA, um (auto-denominado) “artista das sandes” tirou umas fotos a esfregar a pila nas baguetes da empresa de restauração e, como se isso já não fosse suficiente, juntou-lhe outra da sua urina congelada. Aconteceu tudo no Instagram e o weedpriest (é esse o nick) relativizou a cena, garantindo que só fazia isto em casa e que tudo não passava de uma piada. Bem, foi despedido na mesma (surpresa).


Outro pinga-amor dos céus.

Já conhecem a história do burlão do amor? Era uma vez um português, aparentemente mitómano, que conquistava as suas amantes dizendo-lhes que era piloto da TAP e que já tinha levado o papa no seu avião. Ao longo do tempo foi pedindo dinheiro às suas inúmeras amantes (uma das vítimas entregou-lhe 90 mil euros) enquanto as agredia fisicamente. O Burlão do Amor (só este nome dava um tratado, somo mesmo o país dos brandos costumes) foi ontem condenado a 16 anos de prisão. Deve cumprir uns dois.

Comentários