Cultura

“The Great”. Da Rússia com bullying, conspiração e montes de sexo para te fazer rir

Série que retrata a ascensão de Catarina, A Grande, conta com performances bem conseguidas de Elle Fanning e Nicholas Hoult.
15 July 2020, 10:30pm
catherine-the-great-tv-show-elle-fanning-nicholas-hoult-hulu
Brinde entre a líder nata e o folião imbecil. (Cortesia Hulu)

Do que te lembras quando a Rússia invade a tua mente? Do presente ao passado, há palavras-chave que estão associadas ao maior país do globo em termos geográficos. De Czar à Guerra Fria, de Chernobyl a oligarquia, de Perestroika ao comunismo, o acervo é dominado por uma história que tem tanto de admirável como de execrável. Neste último registo, muito contribuiu as directrizes impostas por Lenine e Estaline.

Actualmente, a antiga União Soviética assume uma posição estratégica que não ameaça o rival norte-americano, mas sinaliza a sua importância ao fazer “panelinha” com o Irão e a Turquia no Médio Oriente, ou através da relação especial com a China. A equidistância aos vizinhos europeus é clara.

No centro das decisões, e em consequência do desfecho favorável do referendo às reformas constitucionais, está o político que tem as portas abertas para exercer o poder até 2036. Levando em consideração que a sua presidência divide-se entre secretismo e jogadas próprias de um exímio agent provocateur (caso da anexação da Crimeia ou as alegadas interferências em eleições de outras nações) há muitas dúvidas se o mundo - a começar pela população que representa - deve confiar em Vladimir Putin. Este antigo operacional do KGB não dorme em serviço…

A série The Great fala da grandeza russa no século XVIII. Misturando a realidade dos factos com uns quilinhos de ficção, o autor australiano, Tony McNamara, segue a fórmula de sucesso adoptada no filme The Favourite. Com uma diferença: a sátira é alicerçada em múltiplas situações absurdas que podem ser consideradas excessivas. Porém, não deixa de ser um produto humorístico que nos faz ter a noção do que foi a vida na corte de Pedro III - neto de Pedro, O Grande e proclamado herdeiro do trono pela tia Isabel - e a amplitude do plano da esposa Catarina II para o retirar do trono.

Ao longo da narrativa que podes ver na plataforma Hulu e HBO, o espectador é absorvido pelo bullying que o monarca faz a todos os que o rodeiam. De um modo geral, passa a vida a fazer piadas sexuais, em agressões físicas e psicológicas, a pedir que os outros executem os seus pedidos ridículos - com a intenção de os gozar - e, para que o festim seja total, pina repetidamente a mulher do melhor amigo (às vezes, à frente do próprio) e bebe shots de vodka seguidos do grito de celebração, “ Huzzah!”.

O actor Nicholas Hoult (conhecido por ter sido protagonista em Warm Bodies ou Skins) encaixa na perfeição na figura de pateta boémio que não vê quem é o seu verdadeiro inimigo.

Catarina - nascida como princesa Sofia Frederica Augusta e, mais tarde, intitulada de Catarina, A Grande - é o oposto do marido. Ao casar-se com 16 anos (ele tinha 17), cedo mostra que os seus interesses batem a mente frívola do parceiro. Se por um lado choca com os sentimentos gélidos de Pedro, há nela um encantamento pela aura cultural oriunda de França e a sensibilidade de que a aposta na educação é vital para o crescimento do povo.

Com o passar do tempo, a personagem construída impecavelmente por Elle Fanning (Neon Demon, 20th Century Women) mostra-se aturdida pela gestão do palácio, pela falta de visão para o país e, a partir da decepção que a devora, congemina uma trama para dar o “golpe de Estado”. Entre o grupo de aliados - em que se inclui a fiel empregada interpretada pela entusiasmante Phoebe Fox -, há quem seja sacrificado mortalmente…

The Great tem diversos momentos de comédia aparvalhada em que o sexo é ponto fulcral, mas revela que a Rússia já se destacava no campo militar, na abertura para a ciência (algo que deixou a Igreja Ortodoxa perturbada) e pelo aparecimento de uma líder que muitos acreditavam não passar de uma rapariga ingénua e mimada.

Nunca se deve subestimar os sonhos de uma miúda especial. “ Huzzah!”.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.