Fotos históricas dos primeiros anos do punk em Los Angeles

Philomena Winstanley fotografava os músicos em sua casa ou na praia, locais muito distantes dos estereótipos do punk.
27.5.19
Black Flag
Black Flag. Todas as fotografias por Philomena Winstanley.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Espanha.

Barcelona, inícios dos 2000. Uma miúda está a fazer fotocópias do seu fanzine punk, Puñalada, numa loja no centro da cidade. Uma senhora inglesa aproxima-se, cusca o que a miúda está a fazer e começa a contar-lhe que, quando era jovem, fotografou muitas bandas de punk nos finais dos anos 70 e princípio dos 80, em Los Angeles, onde vivia na altura.

A conversa alarga-se e, às tantas, a senhora convida-a para ir a sua casa. A miúda sai de lá com uma caixa enorme cheia de fotografias de Nick Cave, Sex Pistols, Black Flag ou Dead Kennedys, entre outros e várias outras recordações da época. A única condição para lhe dar o material era que respeitasse o espírito punk sob o qual as imagens foram captadas.

É assim que começa Underground Babilonia, de Ivar Muñoz-Rojas, o livro que acaba de ser editado em Espanha pela editora La Felguera e que conta de onde vieram estas fotografias e a emocionante história por detrás das mesmas.

1558337114221-The-Bags

The Bags

Aquela mulher era Philomena Winstanley, fotógrafa e fundadora - em conjunto com o seu parceiro Claude “Kickboy Face” Bessy - da revista Slash, o mítico fanzine punk de Los Angeles que colocou o undergroound da capital californiana no mapa cultural mundial, tendo descoberto grupos como The Screamers, The Skulls, Nervous Gender ou X.

Graças ao trabalho de Philly, ficou para a história o testemunho visual do nascimento de uma cena que, antes, não tinha interessado a ninguém.

1558337002779-John-Lydon-6

John Lydon

Na Slash, as entrevistas feitas por Claude não eram convencionais. Nelas, falava-se sobre comida fast-food ou de programas de televisão. As fotografias também não, já que, em vez de serem tiradas desde a primeira fila dos concertos, eram feitas em casa de Philly e Claude, perto da praia, num ambiente muito afastado dos estereótipos do punk.

1558337031323-KK-de-Screamers-en-el-suelo-con-John-Denney-de-Weirdos-y-Trudi

KK dos Screamers no chão com John Denney dos Weirdos e Trudi

A revista durou apenas três anos, uma temporada intensa para o casal que acabou por abandonar a Califórnia e estabelecer-se primeiro em Londres (onde Philly continuou a fotografar a cena punk local: Genesis P-Orridge, Mark E. Smith, Cosey Fanni Tutti ou o recém-chegado Nick Cave) e, finalmente, em Barcelona, onde viveriam mais de 15 anos num apartamento por onde passaram muitos dos seus amigos de LA e Londres.

Neste livro, Ivar Muñoz-Rojas conta-nos a história do casal, fruto de uma longa investigação pessoal e de várias entrevistas a Philomena. Deixamo-vos abaixo com uma selecção de fotografias do livro.

1558337159490-The-Zeros-2

The Zeros

1558336989055-Jello-Biafra-2

Jello Biafra dos Dead Kennedys

1558337045326-Madness

Madness na praia, em Los Angeles

1558337060875-Nick-Cave-y-Claude-2

Nick Cave

1558337072527-Nina-Hagen-2

Nina Hagen

1558337094703-Pete-Shelley-Buzzcocks

Pete Shelley dos Buzzcocks

1558337181644-Throbbing-Gristle-4

Psychic TV


Segue a VICE Portugal no Facebook , no Twitter e no Instagram .

Vê mais vídeos , documentários e reportagens em VICE VÍDEO.