Agente do FBI dá um mortal num bar e a sua arma dispara acidentalmente

O revólver saiu a voar das suas calças, enquanto o homem dançava breakdance, ou algo do género.

Por Adam Forrest; Traduzido por Madalena Maltez
|
jun 11 2018, 5:52pm

Este artigo foi originalmente publicado na VICE EUA.

Na noite de sexta-feira, 1 de Junho, num bar de Denver, Estados Unidos, chamado Mile High Spirits, os clientes decidiram fazer uma rodinha de dança na pista, ao estilo baile de liceu. Este tipo de coisas envolvem sempre um gajo que parece viver para esses momentos de glória e desta vez não foi excepção: um homem entrou pelo meio das pessoas que dançavam e resolveu dar tudo, abanando-se freneticamente como o tipo do “Evolution of Dance”. Depois, decidiu dar um mortal de costas - e, em poucos segundos, a coisa descambou.

A meio do mortal, um revólver caiu-lhe da cintura para o chão. Ele tentou agarrar a arma imediatamente, mas esta acabou por disparar - um tiro contra a multidão, que deixou um homem com uma bala na perna. Felizmente, a vítima está bem. Segundo o canal local KMGH, afiliado da ABC, o dançarino armado aos cágados era, na verdade, um agente do FBI de folga. A polícia levou-o para a esquadra central de Denver para interrogatório e, posteriormente, foi entregue ao seu supervisor do FBI sem receber qualquer acusação. Agora, a polícia está a investigar o que é que aconteceu enquanto a procuradoria local decide se apresenta uma queixa formal.

A filmagem do incidente parece mostrar que - em vez de ver se alguém se tinha magoado com a bala perdida - o agente limitou-se a colocar a arma de novo na cintura, levantou as mãos e saiu. Enquanto isso, segundo o KMGH, o resto dos clientes do bar, em choque, tiveram que lidar sozinhos com aquela merda toda. “Ouvimos um estouro”, disse uma das pessoas presentes no local, Heather Schiraldi, ao KMGH. E acrescentou: “Não ouvimos mais nada, por isso achámos que não tinha sido um tiro, até que a vítima se agarrou à própria coxa e começou a gritar 'Alguém chame uma ambulância!'”.

Um amigo de Schiraldi colocou o seu cinto à volta da coxa da vítima, como um torniquete improvisado, enquanto eles esperavam pelos paramédicos. O homem ferido foi levado para o hospital, onde está a recuperar bem, segundo o KMGH. Schiraldi disse ainda ao KMGH que não percebeu como é que o homem foi baleado até ler a história alguns dias depois - e quando descobriu que um agente do FBI seria o responsável, ficou indignada. “Fiquei chocada. Tipo, o que é que esse agente do FBI achava que estava a fazer?. Porque é que decides dar um mortal de costas? Acho que esta foi a reacção de toda a gente”, garantiu.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Mais da VICE
Canais VICE