Cassius A. revisita sua cidade natal em 'Coisas no Rio'

Em seu segundo EP, o carioca usa o synthpop para colocar em xeque a relação desgastada com a cidade na qual morou durante toda a sua vida.

O Rio é um lugar complicado. Politicamente, socialmente, culturamente: tudo é truncado na cidade maravilhosa, que tem suas feridas expostas sem cerimônia para o resto do país e mundo. Só alguns dias de volta à cidade depois de uma temporada tocando e produzindo a festa do selo A Onda Errada em São Paulo, o carioca Cassius A. (ex-Dorgas) começou a revisitar (e musicar) sua visão do Rio — o resultado você ouve em primeira mão nessa quarta (4) no THUMP.

Publicidade

"Acho que quando você nasce, cresce e vive décadas no mesmo lugar, você cria um vínculo enorme com as idéias que você constrói e as pessoas que você se relaciona, e também uma frustração exagerada com o que se mantém estagnado. Quando você vai embora, a primeira mudança é em você", fala Cassius. "O lugar que você saiu, quando ele é afastado da sua rotina, vira um retrato meio apagado, uma realidade que não importa da mesma forma porque você não precisa mais ter que constantemente lidar com ela."

Cassius explora essas questões em faixas como "Rolo Compressor e "Cidade Partida", em que canta "Em suas velhas ruas eu me sinto calo / Em seus dedos, opressão / Na ladeira onde nascem as memórias / Uma promessa é perdida na história."

Aliás, cantar era uma questão importante para ele no processo de gravar esse disco. Percebendo a dificuldade que enfrentava em tocar sintetizador, bateria eletrônica, sequenciador de baixo e cantar ao mesmo tempo enquanto apresentava ao vivo Cemitério de Elefante, seu primeiro EP lançado em janeiro do ano passado, Cassius se comprometeu a seguir um caminho mais simples com seu pop sintetizado oitentista. "Nisso, fiz a primeira música, "Circo de Elite", que surgiu de alguma forma como uma antítese às músicas do Cemitério, e à experiência de tocá-las ao vivo."

Ouça Coisas no Rio, que sai pelo A Onda Errada:

Leia mais no Noisey, o canal de música da VICE.

Siga o Noisey no Facebook e Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.