Noticias

Boletim Matutino da VICE

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
Danica Roem, deputada trans, é eleita no lugar de republicano pró-Trump na Virgínia, EUA. Foto: Jahi Chikwendiu/The Washington Post/AP

Brasil

Temer entrega dados distorcidos para defender governo a senadores
Em uma reunião com senadores nesta terça-feira (7) Michel Temer tentou defender seu governo mentindo na cara dura – entregou um documento chamado "Pare e Compare" tecendo loas a si mesmo, mas distorcendo os dados apresentados. Temer afirma, por exemplo, que as exportações cresceram 150% em seu governo, comparando 15 meses contra apenas 5 meses da gestão de Dilma Rousseff – ajustando os dados, o certo seria um crescimento de 20%. Temer ainda mentiu sobre o risco-país, saldo da balança comercial, inflação e outros dados. – Folha de S. Paulo

Câmara aprova projeto que acaba com atenuantes para réu com menos de 21 anos
O primeiro da série de projetos da "bancada da bala" com diferentes alterações em questões de segurança pública e punibilidade de presos foi aprovado pela Câmara na noite desta terça-feira (7). O novo projeto estabelece o fim de atenuantes para crimes cometidos por menores de 21 anos, que por hora contam com um atenuante automático de pena e redução do prazo de prescrição dos crimes – os maiores de 70 anos também têm esses benefícios, mas não são alvos da nova lei. O projeto ainda precisa ser votado pelo Senado antes de ir à sanção presidencial. – UOL

Publicidade

"Leitinho na mamadeira": E-mails com aviso de propinas no Rio parecem xaveco do Grindr
Um relatório do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro analisou uma série de 255 e-mails trocados entre Dayse Deborah Neves, mulher do ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários, e o operador de propinas do casal, Cláudio Sá Garcia Freitas, e encontrou eufemismos inusitados para se referir às propinas. Entre as expressões utilizadas para tratar do popular "capilé" estão "leitinho na mamadeira", "tem ovo no ninho" e "tem broa", entre outras – vale ler a lista completa no link. – O Estado de S. Paulo

Gestão Doria dificulta acesso a dados de propósito e viola Lei de Acesso à Informação
Uma gravação oficial de reunião da Comissão Municipal de Acesso à Informação (Cmai) obtida pelo Estado mostra que a gestão João Doria (PSDB) viola a Lei de Acesso à Informação (LAI). Em áudio de uma 1h10, o chefe de gabinete Lucas Tavares, número 2 da Secretaria Especial de Comunicação, age para dificultar o acesso de jornalistas a dados solicitados. Ele afirma que, dentro do que for "formal e legal", vai "botar pra dificultar" e que, se a resposta demorar a chegar, o jornalista vai "desistir da matéria". Para especialistas, a prática pode constituir improbidade administrativa e prevaricação. – O Estado de S. Paulo

JBS economiza R$ 1,1 bilhão em renegociação de dívidas com o governo
A JBS entrou para o Refis, programa de refinanciamento de dívidas tributárias com a União, e renegociou R$ 4,2 bilhões em dívidas. Só com o cancelamento de multas e juros, a empresa economizou R$ 1,1 bilhão. Além disso, deve começar a pagar o grosso da dívida só a partir de janeiro de 2018 – R$ 1,5 bilhão, em 145 parcelas. Outra parte será paga com créditos tributários e uma terceira será parcelada até dezembro deste ano. – G1

Publicidade

Mundo

Deputada trans é eleita no lugar de republicano pró-Trump na Virgínia
O astrólogo Olavo de Carvalho deve estar chateado. Além de o estado onde reside ter eleito um democrata como governador, também trocou um deputado estadual republicano pela deputada transgênero e metaleira Danica Roem. Roem, que já foi jornalista, bateu Bob Marshall na eleição estadual, que já fez um projeto de lei que obrigaria as pessoas a usarem banheiros de acordo com o gênero que foram registrados no nascimento. Além disso, Andrea Jenkins se elegeu vereadora em Minneapolis, se tornando a primeira trans vereadora de uma grande cidade do país. – The Guardian

E mais

Taylor Swift ameaça de processo blogueira que apontou ligação com supremacistas brancos
A cantora Taylor Swift costuma aparecer muito em memes da alt-right e de supremacistas brancos dos EUA. Mas aí o que ela faz? Ao invés de se posicionar contra a nazistada norte-americana, processa justamente a blogueira que apontou como a imagem da cantora vem sendo utilizada para propaganda racista. Megan Herning escreveu em seu blog PopFront que Swift não deveria manter silêncio em relação ao uso de sua imagem pela alt-right e se posicionar contra isso. Os advogados de Swift enviaram um pedido de para que Herning tirasse a matéria do ar, a ameaçando de processo. Vale lembrar que a própria VICE US já noticiou sobre a ligação da imagem da cantora com esses grupos de ódio. – Fader

Após parecer do Ministério Público, MASP libera exposição para menores de 18 anos
Após uma nota técnica da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal emitido nesta segunda-feira (6) explicando o que está previsto para imagens de nudez e sexo e o acesso a crianças a eventos artísticos, o Museu de Arte de São Paulo voltou atrás nesta terça-feira (7) e retirou a censura prévia – inédita – de 18 anos para a mostra Histórias das Sexualidades. Agora menores de idade podem ver a mostra, desde que sejam acompanhados pelos pais ou responsáveis. – Agência Lupa

Participante do Big Brother da Espanha é suspeito de ter cometido estupro
Um cidadão de coque e barba chamado José María López Pérez foi expulso da 18ª edição do Gran Hermano Revolution, edição espanhola do reality show Big Brother, sob a suspeita de ter estuprado a participante Carlota Pedro Alonso, que estava alcoolizada. O crime aconteceu após uma festa, e espectadores apontaram a situação nas redes sociais. A emissora também cedeu as imagens do programa para a polícia espanhola, que vai investigar o caso. – O Estado de S. Paulo

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.