Viagens

Fotografar estudantes japonesas, sem os estereótipos

Imagens do quotidiano de um liceu feminino em Tóquio, onde a vida não imita o anime.

Por Katherine Gillespie
27 Dezembro 2017, 4:14pm

Constance McDonald

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Austrália.

A fotógrafa Constance McDonald cresceu na ponta mais a sul da Ilha Sul da Nova Zelândia. No entanto, isso não significa que isso a tenha mantido isolada de outras culturas e perspectivas. Durante cinco anos da sua infância, a família de McDonald foi anfitriã de estudantes japonesas de um liceu feminino de Tóquio. A experiência foi tão marcante que, mais tarde, já adulta, decidiu conhecer o país por si própria e ofereceu-se para dar aulas de inglês num colégio feminino, muito perto daquele onde estudavam as alunas que tinham vivido em sua casa. E, claro, levou a máquina fotográfica.

Apesar de os uniformes ao estilo marinheiro poderem ser reminescentes do que vemos habitualmente nos livros e animações anime e manga, as imagens de McDonald não têm aqeuel característico e estereotipado olhar sexista e masculino que vemos frequentemente em muitas das representações que a cultura pop faz de jovens mulheres japonesas. Ao invés, a fotógrafa age como uma força neutra, que lhe permite captar as adolescentes em todo o seu optimismo e esplendor juvenil. "Fui principalmente surpreendida pela auto-confiança e paixão das estudantes que tive como alunas", diz à VICE. E acrescenta: "Têm grandes sonhos e objectivos para o seu futuro".


Vê também: "Porque é que sou uma Lolita"


McDonald quis prestar homenagem às raparigas que, diz, "se afastam bastante da percepção ocidental da tímida e envergonhada estudante japonesa". Para isso, pediu à escola e às alunas consentimento para transformar o projecto num livro fotográfico, I Will Be My Dream. O título vem de uma conversa que teve com uma delas, Yu, que lhe confessou que um dia gostaria de trabalhar nas Nações Unidas. "O meu sonho é tão complicado. Mas eu serei o meu sonho", disse Yuy à fotógrafa.

Os retratos abaixo mostram estudantes a sorrir, a rir e a correrem atrás das suas paixões - no desporto, na música, nos estudos, ao mesmo tempo que se divertem com as amigas. "Não são representadas enquanto sub-enredos unidimensionais. São todas personagens principais", salienta McDonald says.


Segue a Constance no Instagram.

Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.