​Fotos antigas do Carnaval de Fortaleza que iriam pro lixo
Viagem

​Fotos antigas do Carnaval de Fortaleza que iriam pro lixo

Registros raros da capital cearense durante carnavais da década de 50 e 60 que por muito pouco não foram jogados fora.

Era 1934, Getúlio Vargas comandava o Brasil, as mulheres tinham acabado de conquistar o direito de voto e, claro, o Carnaval acontecia fervorosamente. Nesse mesmo ano, nascia em Fortaleza, Ceará, um dos estúdios fotográficos mais reconhecidos da cidade: a ABA Film. A grafia da palavra filme em inglês era o que havia de mais moderno, já que a película se instaurava no país, deixando pra trás as chapas de vidro.

Publicidade

Muitos anos depois, mais especificamente na década de 70, o estúdio estava abarrotado de fotos antigas e, para liberar espaço, precisava se desfazer de parte do seu arquivo o quanto antes. A pretensão era mandar pro lixo fotos preciosas e históricas. Foi aí que entrou em cena o jornalista Miguel Ângelo de Azevedo, 83, mais conhecido como Nirez.

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Na época, ele mantinha uma coluna no jornal local onde comparava Fortaleza em fotos antigas e atuais, já montando um pequeno acervo histórico. Então, resolveu aceitar a doação dos arquivos fotográficos que mantém até hoje e que fazem dele um dos jornalistas e memorialistas mais importantes da cidade. "Era muita coisa e eu não tinha nem onde botar", relembra em entrevista à VICE por telefone.

Filho de uma retocadora – "Os negativos eram feitos em filme e retocados como hoje se faz na internet", comenta – da ABA Film e de um poeta e pintor, Nirez conseguiu, então, um depósito com a Universidade Federal do Ceará e pôde salvar as imagens que ilustram esta matéria.

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

"A ABA Film bateu essas fotos porque eles acharam por bem registrar o Carnaval cearense", diz o jornalista, que vê nas imagens referências de fotografias internacionais publicadas na época. "O Carnaval de Fortaleza era específico, com coisas que só haviam no Ceará. Os blocos e cordões tinham uma orquestra atrás. Isso era tradicional", rememora.

Mais um pouco da beleza do Carnaval em preto em branco da antiga Fortaleza com as imagens que compõem o arquivo de Nirez abaixo.

Publicidade

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Foto: ABA Film/ Arquivo Nirez

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter e Instagram .