Publicidade
Cultura

Alguém conduziu ilegalmente um veículo tipo "Mario Kart" real sobre a Ponte do Arco-íris de Tóquio

A polícia ainda está à procura do condutor, que desapareceu na escuridão da noite.

Por Gavin Butler
29 Abril 2019, 4:11pm

A imagem não é do condutor em causa. Capturas de ecrã via Youtube.YouTube screenshot another

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Ásia.

Há uma coisa que podes fazer em Tóquio, que consiste em alugar um go-kart, um fato de Mario e conduzir pelas estradas da cidade numa visita turística ao estilo cosplay. Para os turistas, a actividade é apresentada como "Uma experiência única" mas, para as autoridades, tornou-se numa dor de cabeça recorrente. Os participantes estão legalmente permitidos a conduzir nas estradas públicas até aos 60 km por hora, não estando obrigados a usar cinto de segurança ou capacete.

No ano passado, os dados revelados pela National Police Agency mostraram que a actividade causou 50 acidentes de viação nas estradas de Tóquio no espaço de 11 meses. E, na semana passada, um kart alugado foi visto na auto-estrada, que está restrita a este tipo de veículos e também a passar a Ponte Arco-íris, antes de desaparecer noite dentro.

Um membro do staff da portagem Shuto Expressway, em Odaiba, uma ilha artificial no meio da Baía de Tóquio, reparou no kart a abrir pela auto-estrada e avisou a polícia, pouco depois das 21 horas de domingo, segundo reportou a TBS News. O departamento da polícia metropolitana enviou um carro de patrulha para perseguir o kart, mas não o conseguiu localizar. As autoridades estão agora a analisar as filmagens das câmaras de vigilância na tentativa de identificar o veículo, enquanto relembram os utilizadores de que não podem entrar na auto-estrada com os karts.

As filmagens publicadas nas redes sociais mostram o kart fugitivo a acelerar na faixa da esquerda enquanto passa a Ponte Arco-íris. A polícia de Tóquio já abriu uma investigação e ainda está à procura do condutor.

No ano passado, a Nintendo abriu um processo judicial contra uma das empresas de karts mais famosas do Japão, a MariCar, em que exigia uma compensação de 10 milhões de yens (cerca de 85 mil euros). A empresa de gaming alegou que a MariCar não só usou máscaras relacionadas com a Nintendo, sendo isso uma infracção do copyright, como também prejudicou o franchise Mario Kart devido aos vários acidentes registados.

Um deles aconteceu em Maio do ano passado, segundo relatado pela Tech Times, em que um turista se enganou a virar e entrou com o kart pelo passeio, batendo num sinal. Uns meses mais tarde, outro incidente com um kart alugado à empresa resultou na detenção de um homem natural de Taiwan de 35 anos por negligência. O acidente causou ferimentos, depois de ele ter atropelado um ciclista de 18 anos e ter fugido.


Segue a VICE Portugal no Facebook , no Twitter e no Instagram .

Vê mais vídeos , documentários e reportagens em VICE VÍDEO.