Noticias

Morre Luciana de Jesus do Nascimento, vítima de troll misógino brasileiro

A jovem foi baleada em Penápolis por André Garcia, conhecido por disseminar ódio na internet.
6.7.18

Após quase um mês internada na Santa Casa de Araçatuba, a jovem de 27 anos Luciana de Jesus do Nascimento morreu na noite de quinta-feira (5) em decorrência de um tiro que levou na nuca de André Garcia, de 29 anos, conhecido na internet e em fóruns racistas como Kyo. Segundo a Santa Casa, o laudo médico de Luciana consta como morte por “causa encefálica”.

No dia de 16 de junho, Luciana estava com uma amiga no camelódromo de Penápolis, interior de São Paulo, quando foi assediada por André que as seguiu chamando para sair. Ao negar, André atirou quando Luciana estava de costas e fugiu. Ao ser perseguido pela Polícia Militar, voltou a arma contra si e deu um tiro no peito. Ele morreu no mesmo dia.

Já Luciana foi encaminhada com vida até o hospital e passou quase um mês na UTI. Caso sobrevivesse, teria sequelas. Antes de cometer o crime, André fez uma postagem no fórum Dogolachan contando sobre seu desejo de se matar. Nesse ambiente, se tornou uma espécie de mártir e foi celebrado pelos frequentadores do fórum.

Kyo mantinha uma persona online bastante ativa antes de cometer suicídio, sendo apontado como moderador de um fórum racista brasileiro criado por Marcelo Valle Silveira Mello, outro notório troll misógino do Brasil que já foi alvo da Operação Intolerância em 2012 e foi finalmente preso preventivamente em maio de 2018 pela Operação Bravata. A vida dupla de André foi destacada pela professora universitária e blogueira feminista Lola Aronovich, que recebia ameaças de morte diariamente do grupo de Marcelo e André desde 2013 quando passou a denunciar as atividades virtuais criminosas desses trolls -- que também simpatizam com os celibatários involuntários, apelidados de “incels”.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.