Publicidade
música

A Omnichord Records é a Factory do século XXI

Revelamos os novos lançamentos da editora de Leiria para 2016. Vê em estreia exclusiva o teaser, com First Breath After Coma, Nice Weather For Ducks, Surma, Whales e Twin Transistors.

Por VICE Staff
15 Fevereiro 2016, 9:28am

Segue-nos no Facebook para descobrir as histórias que mais ninguém conta.

A Omnichord Records é uma editora descentralizada e feita de uma coisa muito simples: amor pela música. Nasceu em Leiria em 2012, pela mão de Hugo Ferreira, um gajo que é empresário, pai de família, e que viu na cada vez mais intensa e diversificada cena musical da sua cidade, uma oportunidade. E não, não foi a oportunidade de sacar milhões a la Tony Wilson para depois os rebentar todos numa discoteca (e afins). Viu a oportunidade de aplicar a sua melomania no terreno e meter ordem na casa, puxando a si os melhores projectos e dando-lhes um porto de abrigo para gravarem, promoverem, editarem e impulsionarem as suas carreiras nos palcos. Parece simples, mas não é.

Team Omnichord, ou parte dele.

Leiria não é Lisboa - ou o Porto - e, apesar da espécie de "hype" que agora parece pairar sobre a cidade, há quatro anos, quando a Omnichord Records começou, não era bem assim. À VICE, Ferreira lembra como tudo começou: "A 13 de Maio de 2012 editámos o disco de estreia dos Nice Weather For Ducks [distribuído pela então Optimus Discos] e é aí que, pela primeira vez, aparece o logótipo Omnichord Records. Todo o trabalho de gravação e preparação do álbum já vinha de há meses, obviamente, mas tomámos esse dia como aquele em que nascemos como editora".

"Algo que assumimos desde o arranque é que só trabalharíamos com projectos da cidade - ou da região - de Leiria e que, independentemente do género, pudessem ter uma potencialidade de crescimento e uma qualidade reconhecida, assumindo também o seu agenciamento e promoção", salienta o responsável. E muitos músicos locais não só responderam à chamada, como viram na Omnichord, e nas suas premissas, a oportunidade para olharem para o futuro de uma forma mais optimista.

Les Crazy Coconuts ao vivo no Leiria Festival 2015. Fotografia por Rui Miguel Pedrosa.

Esta coisa quase utópica (e muito anos 70, diga-se) de abrir uma editora porque "queremos editar e representar a música que gostávamos de comprar" é, convenhamos, pouco comum na era digital. "Acreditamos que a distância de uma cidade central, de um estúdio profissional e de meios de promoção, não podem, nem devem hipotecar um bom disco e acreditamos que a evolução do mercado digital não inviabiliza o apego a um disco num formato que aproxime o ouvinte do compositor.

Há por aí muitas pessoas como nós que acordam a pensar em música, que respiram música, que procuram constantemente o prazer de ouvir algo novo e algo bom. A Omnichord Records é deles", garante Hugo Ferreira.

E depois dos Nice Weather For Ducks, seguiu-se uma compilação (que incluía, entre outros, First Breath After Coma, André Barros e The Allstar Project), um vinil 7" split com First Breath After Coma e Nice Weather For Ducks e, já em 2013, os discos de estreia dos First Breath After Coma e de André Barros. Em 2014 saiu nova compilação, "Leiria Calling" que, para além de todos os nomes anteriores e outros, incluía já também Born A Lion, Les Crazy Coconuts, Few Fingers, Bússola, ou Les Enfants Terribles. Os quatro primeiros seriam, juntamente com um segundo disco de André Barros, as edições que chegariam ao público até ao final de 2015.

The Allstar Project no Há Musica Na Cidade 2015. Fotografia por Ricardo Graça.

Agora passaram quatro anos e 2016 promete ser um ano de muito trabalho para a Omnichord. O primeiro semestre do ano marca o regresso aos discos dos dois primeiros projectos: First Breath After Coma, em Maio, e Nice Weather For Ducks, em Junho. Ambos com apresentações já marcadas para o CCBeat.

Para além destes, até ao final de Abril, outros dois projectos estreiam singles (a one woman band Surma e os vencedores do Festival Termómetro, Whales) e uma nova formação que, como diz Ferreira, "trata o rock por tu", os Twin Transistors, estreiam-se com um longa duração.

O responsável da editora leiriense garante que, até final do ano "haverá ainda mais novidades, mas para já é esta a linha de partida".

Estreamos em exclusivo o teaser - realizado por Kid Richards - que podes ver abaixo e que revela um bocadinho daquilo que aí vem.