FYI.

This story is over 5 years old.

Patten, Juliana Huxtable e Bloom no Terceiro EP de Remixes de 'Vulnicura', da Björk

A islandesa mais famosa do mundo juntou novas promessas da música eletrônica para remixar seu último álbum.
1.10.15

Björk tá de olhos e ouvidos sempre muito bem abertos. E foi com ajuda do Robin Carolan — co-fundador da Tri Angle Records (foi na festa da label que rolou o DJ set da Björk tocando o MC Brinquedo) que a islandesa mais famosa do mundo escolheu os participantes para o seu Remix Project de Vulnicura. "Le1f me mandou uma mensagem de um clube, um trecho de Juliana tocando um mashup de "Lionsong", assim que ouvi, entrei em contato com ela e pedi para fazê-lo em um remix" conta Björk.

Leia: "Por que Todos Odeiam a Retrospectiva da Björk no MoMA

E foi numas de dar continuidade às festividades em torno do lançamento do seu último trabalho que a estrela chamou uma rapaziada para criar três séries de "edits" de suas canções originais — de olho em novos produtores as edições anteriores do remix project contava com versões de Lotic, Mica Levi, Katie Gately, Kramphaft e Rabit Naked.

Nesta quinta-feira (1º), a estrela irlandesa apresentou o terceiro e último trampo da série, que conta com um remix obscuro e clubber de "Lionsong" feita por Juliana Huxtable, além de edits para "Family" e "Black Lake" pelas mãos do mago das distorções Bloom e ainda um rework introspectivo de "Stonemilker" feito pelo enigmático Patten. Ouça com seus próprios ouvidos:

No dia 20 de novembro sai o compilado completo pela One Little Indian.

Ouça o primeiro release de remixes de Vulnicura aqui e o segundo aqui

A Björk está no Facebook // Soundcloud // Twitter