Este artigo tem mais de 5 anos.
Drogas

O veterinário que quer legalizar a marijuana para os cães

Para os tratar, claro.

Por Harry Cheadle
08 Abril 2013, 4:00pm


Imagem gentilmente cedida por Doug Kramer

Agora que é possível comprar e fumar legalmente marijuana em vários estados dos EUA, podemos dizer que a erva e seus derivados serão livremente consumidos no país durante as próximas décadas. Já alguma vez fumaste erva com o teu cão ao lado? Se sim, és um otário e nunca mais o deves fazer. Mas isso não significa que o teu amiguinho canino não curta ficar pedrado, sobretudo se estiver doente.

O Doug Kramer, um veterinário norte-americano, faz parte de um grupo de médicos que acredita que a THC pode ajudar os cães a lidar com certas doenças crónicas. Achei isso incrível, por isso liguei ao Doug para saber como é que estava a correr a sua improvável cruzada.

VICE: Como é que te lembraste de tratar cães doentes com erva?
Doug Kramer:
Foi uma cliente minha que me chamou a atenção para isso. Era uma mulher excêntrica, mas muito inteligente que tinha um cão que não estava a responder a nenhum tipo de medicação. Por isso, pediu que se usasse marijuana medicinal. Os outros veterinários não gostaram da ideia, mas ela percebeu que eu estava disposto a ouvir.

Li em qualquer lado que a Nikita, a tua cadela, foi diagnosticada com cancro e que não havia cura para isso… Tentaste de tudo?
Ela já se tinha submetido a todos os tratamentos tradicionais. Até esteróides tomou. Tornou-se evidente que a vida dela estava a acabar, já não tinha nada a perder, por isso decidi tentar a marijuana, desde que não a magoasse. À primeira tentativa, estava de pé. Não a curou, foi apenas uma questão de melhorar a sua qualidade de vida e evitar uma eutanásia.

Qual é o teu método preferido de administrar THC a cães?
Para mim, a glicerina é, de longe, a melhor maneira para o fazer porque nos dá uma melhor visão sobre a dosagem correcta. Além disso, tem um sabor agradável. Obviamente, também a podes misturar e cozinhar com azeite ou manteiga. Ou até fazer biscoitos.

Recomendarias a utilização de marijuana medicinal a outros animais, tipo gatos?
Temos vindo a experimentá-la como um estimulador de apetite em gatos. Se calhar, até mais do que em cães. Os gatos são mimados, especialmente se estiverem muito doentes. Qualquer animal que seja um receptor de canabinóides pode responder à THC do mesmo modo que os humanos. Há estudos que mostram que porcos, galinhas, macacos e ratos são bons receptores de THC.

Conheço pessoas que atiram fumo para o focinho dos seus cães, só para os pedrar. Isso não é fixe, pois não?
Do meu ponto de vista, isso são simplesmente maus-tratos. Deixa-me doido que façam isso porque retira o valor de tudo o que estou a tentar fazer. Isto é a última coisa que qualquer pessoa deve fazer.

Tagged:
MARIJUANA
vice
THC
gatos
cães
animais
erva
Droga
Vice Blog
harry cheadle
eutanasia
veterinarios
Marijuana Medicinal
doenças
Doug Kramer
ficar pedrado