FYI.

This story is over 5 years old.

Comida

Uma cidade na Califórnia quer acabar com a produção do molho de pimenta Sriracha

E a batalha judicial está num vai e vem tão absurdo que não é exagero dizer que pimenta nos olhos dos outros é refresco.
26.7.16
Foto via Flickr do usuário Justin Ennis.

A situação está esquentando no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, onde a tensão entre os fabricantes do icônico molho de pimenta Sriracha e a cidade de Irwindale continua a fermentar. Desta vez, a marca do molho de pimenta contra-ataca depois da segunda ação movida pelo governo municipal contra a Sriracha em três anos.

Seis anos atrás, a Huy Fong Foods — empresa que produz a versão mais conhecida do icônico molho de pimenta, aquela adornada com um galo no rótulo — abriu uma fábrica de 9,3 hectares no Vale de São Gabriel para acomodar a produção de cerca de 20 milhões de frascos de tampa verde para o seu molho de pimenta. E, claro, não dá para fazer 57 mil toneladas de jalapeño vermelha por temporada sem emitir uns odores bem fortes de pimenta. Não demorou muito para os moradores das proximidades começarem a reclamar de dor de cabeça, azia, queimação nos olhos e lacrimejamento.

Publicidade

LEIA MAIS: "Sim, este cara descobriu que fritar água é possível"

Mais recentemente, em 2013, o governo da cidade de Irwindale entrou com uma ação, o que levou o Departamento de Saúde Pública da Califórnia a proibir toda a produção de molho de pimenta na região por 30 dias, criando uma verdadeira onda de medo da escassez de Sriracha.

Ainda assim, o governo acabou desistindo do processo depois que a South Coast Air Quality Management District, a agência gestora da qualidade do ar da região, não encontrou evidências de violação da qualidade do ar e a Huy Fong prometeu por escrito que resolveria o problema do mau cheiro. O governo de Irwindale, por sua vez, entrou com uma nova ação em maio de 2016, alegando que a empresa atrasou a obrigação anual de US$ 250 mil definida em um acordo com o município como pagamento em lugar de certos tributos, pedindo então uma indenização de US$ 427.085.

Agora, a fabricante de molho de pimenta contra-ataca alegando que o governo de Irwindale embarcou em uma "campanha de assédio" contra a empresa e que deveria ressarci-la pelos US$ 750 mil que a Huy Fong afirma ter pago "voluntariamente" à prefeitura — segundo a agência de notícias do sul da Califórnia City News.

LEIA MAIS: "A receita de macarrão à carbonara que deixou a Itália puta"

A nova ação não só alega que a Huy Fong está sendo assediada pelo governo municipal, como também enfatiza o impacto dessa indústria na pequena cidade californiana, afirmando que a empresa gera US$ 100 mil por ano para os moradores e visitantes em brindes como "camisetas, molho Sriracha e petiscos inspirados no molho", segundo a City News.

"Há três anos, a Huy Fong Foods emprega moradores da cidade e promove feiras profissionais para os trabalhadores da região", afirma a reconvenção. "A fábrica é uma atração turística popular e atrai visitantes e renda para a cidade — aliás, a popularidade do molho hipster é tanta que a Huy Fong Foods passou a oferecer dois bondes para o transporte dos visitantes na fábrica e até abriu uma loja de lembrancinhas."

Está claro que a cidade de Irwindale, que tem menos de 1.500 habitantes, não está tão empolgada quanto o resto do mundo com o imenso sucesso do Sriracha, o maior hit desde a ascensão do molho de pimenta vermelha.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.