Os Últimos Dias da Euromaidan em Fotos

FYI.

This story is over 5 years old.

Noticias

Os Últimos Dias da Euromaidan em Fotos

Fotos do acampamento ucraniano que acabou se tornando uma pedra no sapato do Estado.
27 August 2014, 2:00pm

No dia 19 de agosto, os últimos vestígios do acampamento do protesto Euromaidan na Praça da Independência de Kiev foram removidos. Apesar de o novo governo ucraniano dever muito de seu poder às pessoas que o construíram, o acampamento acabou se tornando uma pedra no sapato do Estado; assim, as barracas finalmente foram removidas à força pelas autoridades. Depois que o ex-presidente ucraniano Viktor Yanunovych partiu em fevereiro de 2014, a maioria dos manifestantes acabou voltando para casa. Os que ficaram acampados eram principalmente ativistas, que se acostumaram demais com o estado de emergência permanente para voltar a suas vidas normais.

Alguns dias antes da evacuação, fui até a Praça da Independência. Eu não conseguia me livrar da impressão de que, fora alguns pedestres aleatórios e turistas, muitos dos habitantes das barracas restantes eram personagens um tanto quanto duvidosos: a maioria, homens de roupas camufladas, alguns usando bandeiras de organizações políticas. Muitos pareciam um tanto desgrenhados, como deveriam estar depois de viver meses ao ar livre. Meu amigo ucraniano me falou sobre ataques noturnos e brigas estourando de madrugada na praça. Depois que escurecia, a Maidan não parecia um lugar muito seguropara se estar.

Enquanto o acampamento era limpo, os últimos moradores do lugar reagiram colocando fogo em pneus e jogando pedras nos trabalhadores municipais. Apesar dessa oposição, a Maidan finalmente retornou ao seu estado original. A grande árvore de Natal, as bandeiras e os cartazes serão expostos mais tarde num museu dedicado aos eventos do ano passado.

Veja mais do trabalho do Hieronymous aqui.

Tradução: Marina Schnoor

O look tradicional do cossaco ucraniano voltou à moda. Os componentes chave do visual são

Lembrancinhas da Maidan: capachos e papel higiênico com os rostos de Yanukovych e Putin (com um bigodinho de Hitler).

Este cara usando fantasia de urso é uma atração turística na Maidan.

Fotos dos manifestantes falecidos.

Um posto de coleta de doações para o Batalhão Ucraniano Ajdar, que combate separatistas russos no leste da Ucrânia.

O hotel Ukrajina foi usando como hospital de campanha durante os protestos na primavera. Das janelas, franco-atiradores teriam disparado contra os manifestantes, ferindo muitos e até mantando alguns.

Cartaz do partido de direita Congresso dos Nacionalistas Ucranianos, com uma imagem de Stepan Bandera, um importante político nacionalista ucraniano que lutou pela independência do país nos anos 30 e 40.

Marcas do incêndio na Casa dos Sindicatos da Ucrânia na Maidan.

Um veículo de canhão de água abandonado.

Manifestantes ainda ocupavam a praça no começo de agosto. Vermelho e preto eram as cores da bandeira do Pravy Sector, um grupo de direita.

Uma lista de pedidos de doação de suprimentos médicos ao Batalhão Ajdar: xilocaína, novocaína, articaína, remédios antivirais, bandagens, acessóriosde raio-X, ampolas, instrumentos cirúrgicos, luvas, etc.

Pichação em homenagem aos combatentes da Maidan.

Munição do exército ucraniano usada contra os manifestantes.