FYI.

This story is over 5 years old.

cenas

A nova geração de graffiters portugueses está na idade da reforma

De 19 a 21 de Junho, os amantes do graffiti podem inscrever-se nas aulas gratuitas do Festival das Aldeias Artísticas em Lisboa. Requisito: ter mais de 65 anos.
17.6.15

Fotografia através do Facebook do LATA 65.

Uma nova geração de artistas urbanos está a nascer em Portugal. Nos próximos 19 e 20 de Junho, os amantes do graffiti poderão desfrutar de um workshop gratuito no Festival de Aldeias Artísticas em Lisboa, uma das capitais da street art do mundo. O único requisito para ser seleccionado nesta escola urbana é ter, pelo menos, 65 anos.

Durante os três dias que irá durar o workshop, os participantes vão aprender os conceitos básicos teóricos deste formato artístico, criar tags personalizadas para que cada um possa assinar as suas criações e vão preparar desenhos para mais tarde serem levados para os muros da cidade.

Publicidade

LATA 65 que é precisamente uma alusão ao ano de reforma, é uma organização sem fins lucrativos que dispõe de cursos de grafiti para unir uma geração de velhinhos e com uma forma artística relativamente nova. O nome, para além de referir a idade mínima para integrar este grupo, joga com a palavra "lata", referindo-se não apenas ao recipiente das pinturas em spray mas também à 'falta de vergonha' que os seus integrantes sentem ao participar nestas aulas.

A pessoa por detrás deste projecto é a arquitecta Lara Seixo Rodrigues, também promotora do Festival de Arte Urbana da Covilhã (Woolfest). O principal objectivo desta iniciativa, segundo Lara, é "fomentar o envelhecimento activo e a solidariedade entre gerações". Além disso, o LATA 65 serve, de alguma maneira, para demonstrar que a arte urbana tem o poder de democratizar o acesso à arte contemporânea.

A arquitecta já tinha proposto um primeiro workshop de crochê para o mesmo público que agora está inscrito no LATA 65. Mas foi um fracasso. Os reformados diziam estar cansados de fazer uma coisa que já sabiam fazer. E provavelmente foi este tipo de comentário que levou Lara Seixo a pensar numa alternativa que, não só arrasou, como proporcionou uma ruptura dos clichés e dos estereótipos. De alguma forma, LATA 65 conseguiu ampliar a participação no mundo da street art. Não sabemos quais serão as próximas propostas de Lara para o público mais velho, mas aqui para nós - no The Creators Project - imaginamos, por exemplo, aulas de Kizomba; cursos de estilismo para se vestir como um hipster, ou um workshop para os que querem encontrar o amor em idade avançada, especialmente direccionado para os homens - e já temos um nome: "Como ser um 'dad bod'?".

Publicidade

Actualmente, o projecto está em Lisboa mas começa a expandir-se a Coimbra e Castelo Branco. Agora, os seniores vêem a cidade de forma diferente e a própria cidade vê-os também de forma distinta. É como dizem no LATA 65, a idade é apenas um número.

LATA 65 | workshop de arte urbana para idosos from wool on Vimeo.

Este artigo foi inicialmente publicado em The Creators Project.