FYI.

This story is over 5 years old.

Apresentando: Corpos do Futuro

LadyBits no Motherboard. Isso aí.
25.2.15

Já incitei várias risadinhas por ter uma empresa cujo nome é um eufemismo para vagina. Mas essa sempre foi a ideia. Quando conto o nome da empresa para alguém, e a pessoa dá risada ou responde embasbacada, ela logo fica meio encabulada, e então entende por que a LadyBits precisa existir.

Não é só a palavra "vagina" que ainda é tabu em pleno 2015, mas toda a ideia de pessoas com vaginas (ou quaisquer pessoas que não se encaixam numa visão heteronormativa e padronizada de masculinidade) usando o cérebro para fazer alguma coisa.

Publicidade

É o caso das indústrias que, por tradição, são abrasivamente dominadas por homens — tecnologia, ciência, política, medicina e jornalismo, só para citar algumas. Mas, a cada dia, fica mais difícil negar que as mulheres não só são capazes de fazer esse tipo de trabalho, como estão com a mão na massa já, impulsionando tecnologias e criando, ativamente, um futuro melhor e mais seguro para a humanidade — apesar da alta barreira de obstáculos para pessoas com vaginas.

Além disso, nós da LadyBits vimos de perto, atualmente, que há milhares de mulheres querendo ler sobre isso que está acontecendo e sobre as pessoas que fazem acontecer. Este é o espaço que a LadyBits criou para preencher o vácuo.

Uma área específica em que notamos uma lacuna de cobertura é: tecnologias médicas em evolução e a ciência focada em manter nossos corpos e mentes funcionando a todo vapor, e focada também em abordar o que acontece quando não funcionam. Essa lacuna existe em grande parte porque, shhh, a maioria das pesquisas que servem de base para textos médicos atuais foi conduzida com ênfase em homens brancos, por médicos brancos. Igualmente, esses assuntos costumam ser cobertos por jornalistas brancos.

Não vamos falar só de sexo aqui, mas vamos falar bastante disso.

Ainda nos restam tantas perguntas sem respostas, que talvez só possam ser enderaçadas por pessoas que não temem vaginas. Nós da LadyBits estávamos atrás de uma desculpa para procurar as respostas.

Portanto, é com prazer que anuncio que, nos próximos três meses, a LadyBits vai colaborar com uma seção própria no Motherboard, como parte de uma série semanal acerca do tópico "Corpos do Futuro". Selecionamos um tema de imediato e deixamos em aberto para podermos abarcar um leque abrangente de tópicos — de artigos grandiosos que consideram mudanças na indústria ao longo do tempo, a anomalias médicas específicas, estranhas, que nos permitem compreender melhor o funcionamento do nosso corpo.

Publicidade

Nesta semana, estreamos com artigos sobre o horizonte dos preservativos, o admirável mundo novo de futuros brinquedo​s sexuais e a regeneração de prepúcios, como membros de salamandras. (Não vamos falar só de sexo aqui, mas vamos falar bastante disso.)

Nunca precisei explicar a LadyBits para o pessoal da Motherboard; eles entenderam na hora e acataram a missão, assim como o nome. Então, quando eles me pediram para comparecer a uma reunião, para discutir a parceria entre a LadyBits e a Motherboard, não pensei duas vezes. Estou animada com a oportunidade de trabalhar com as pessoas incríveis da equipe Motherboard, e me sinto honrada por ter o apoio de uma das publicações online mais ousadas da atualidade — sem falar de como nossas marcas soam como irmãs. No fim da primeira reunião, o editor-chefe da Motherboard, Derek Mead, virou-se para mim e disse: — Esta foi a única reunião da semana sobre parceria que não foi besta. - e, de coração, entendi que o projeto logo alçaria vôo.

Quase dois anos atrás, fundei a LadyBits como uma empresa, e lancei uma série de colaborações com um punhado de publicações. Desde aquela época, a centena de escritores ávidos por tecnologia, editores, cientistas, engenheiros e empreendedores que faz parte do mailing da LadyBits — uma galera foda — escreveu e editou centenas de artigos, e promoveu e divulgou milhares de outros textos que casam com os padrões e estilo da mídia que queremos testemunhar. Mal vemos a hora de criar mais coisas bacanas para o Motherboard.

Se você está interessado em escrever para a LadyBits, como parte desta parceria, ou em fazer parte do nosso mailing, ou se você tiver perguntas em chamas, relacionadas aos nosso corpos futuros, e gostaria de enviá-las para tentarmos responder, sinta-se à vontade para escrever para ladybitsladies@gmail.com.

Tradução: Stephanie Fernandes