FYI.

This story is over 5 years old.

A Terra Tem 52% de Animais a Menos do que em 1970

"Nós estamos destruindo, pouco a pouco, a capacidade de auto-suficiência de nosso planeta."
Crédito: Shutterstock

Desde 1970, mais da metade da população mundial de animais vertebrados desapareceu, de acordo com com o relatório bianual do World Wildlife Fund.

O "Relatório do Planeta Vivo"estuda as populações de mais de 10 mil espécies de mamíferos, pássaros, répteis, anfíbios e peixes. Segundo o estudo, 52% da população total da fauna selvagem do planeta morreu entre os anos de 1970 e 2010.

"Nós estamos destruindo, pouco a pouco, a capacidade de auto-suficiência de nosso planeta", afirmou Carter Roberts, CEO da WWF, em um comunicado.

Publicidade

De acordo com o relatório de 180 páginas, o declínio é mais agudo nas regiões tropicais e nos países menos desenvolvidos. Na América Latina, por exemplo, o declínio foi de cerca de 83%.

"A destruição de habitats e a exploração extrema da caça e da pesca são as principais causas desse declínio", aponta o relatório. "A mudança climática será a próxima vilã; é provável que essas populações sejam ainda mais prejudicadas no futuro."

Dentre os animais vertebrados, as populações de espécies terrestres e marinhas tiveram uma baixa de 39%. A maior queda, segundo o grupo, ocorreu na população de peixes de água doce e anfíbios; os pesquisadores registraram um declínio de 76% na população total.

Para efetuar esse cálculo, o grupo utiliza o "Índice Planeta Vivo", que utiliza dados de 10.380 populações de 3.038 espécies vertebradas.

"Essas populações tem sido estudadas e monitoradas amplamente por cientistas e pelo público há anos, o que implica na disponibilidade de muitos dados sobre o estado de populações específicas e suas respectivas movimentações", afirma o estudo.

É bom lembrar que o WWF é uma organização profundamente engajada na preservação da biodiversidade do planeta, o que significa que esse relatório deve ser lido com alguma cautela. Mas, entre as organizações ambientalistas, ela tem sido uma das mais confiáveis, e suas afirmações não são tão absurdas quanto imaginamos. É de conhecimento geral que a Terra está passando por sua sexta onda de extinção em massa, e existem muitos indícios de que nós somos os responsáveis por esse evento.

Se levarmos em consideração o notório fenômeno que ameaça anfíbios e corais, a mingua da gigante fauna africana, os terríveis vazamentos de petróleo e destruição do Golfo do México, a proliferação de micro-plásticos em nossas águas, e o desmatamento e extração de petróleo que destroem nossas florestas tropicais, nada disso parece muito surpreendente, né?

Tradução: Ananda Pieratti