Publicidade
VICELAND NO ODISSEIA

Tudo o que precisas de saber sobre o alegado “Vídeo do Xixi” de Trump

O rumor mais nojento e mal-cheiroso de todos. Não percas TRUMP CONFIDENCIAL, segundas, a partir das 23h30, VICELAND no Odisseia.

Por VICE Staff
09 Janeiro 2019, 11:25am

Donald Trump já enfrentou vários escândalos – de acusações de corrupção, a agressão sexual –, mas não se fala assim tanto sobre o chamado “Vídeo do Xixi”. Talvez porque, mesmo tratando-se de Trump, a coisa parece ridiculamente implausível. Talvez por ser tão nojento, que ninguém o quer mencionar sem que haja provas concretas.

Ou, se calhar, as pessoas acham que há coisas mais importantes sobre o que falar, o que também é uma grande verdade. Mas, TRUMP CONFIDENCIAL, com Tom Arnold, estaria em grande falta se o comediante – e, uh, investigador televisivo? – não tentasse encontrar o vídeo mais explosivo de todos. As tuas questões sobre este episódio da série VICELAND transmitida às segundas-feiras, a partir das 23h30, no Canal Odisseia, são respondidas abaixo.

P. O que é o “Vídeo do Xixi”?

R. Tudo começou com o famoso “Dossier Steele”. Compilado em 2016 pelo ex-agente secreto britânico especializado em assuntos russos, Christopher Steele, o dossier é uma colecção de 17 relatórios sobre Trump, com informações provenientes de várias fontes, algumas delas russas. Steele foi contratado pela Fusion GPS, uma firma de investigação política sediada em DC que, por sua vez, foi contratada pelo Democratic National Comittee e pela campanha de Hillary Clinton. Circulou por gente ligada a meios de comunicação e por políticos, até que o BuzzFeed publicou o dossier após a eleição.


Vê o vídeo abaixo e acompanha TRUMP CONFIDENCIAL, às segundas, a partir das 23h30, no Canal Odisseia.


A coisa mais obscena que continha era a alegada conduta perversa de Trump na sua visita a Moscovo, em 2013. Um relatório dizia que Trump tinha alugado a suite presidencial do Ritz Carlton de Moscovo, na qual teriam dormido, uns tempos antes, Barack e Michelle Obama. Depois, Trump teria contratado prostitutas para fazerem a chamada “chuva dourada” à sua frente, ”desonrando” a cama em que os Obama já tinham dormido. Segundo a fonte citada no dossier, o hotel estava sob escuta dos serviços secretos russos, o que significa que o governo russo teria conseguido material para chantagear o homem que viria a ser o próximo presidente dos Estados Unidos.

P. Ah sim, lembro-me disto!

R. Claro, as pessoas fizeram do “Vídeo do Xixi” a estrela do dossier, com memes a aparecerem todos os dias e com o apresentador Stephen Colbert a chegar ao ponto de ir até Moscovo e ficar uma noite na suite presidencial do Ritz. Havia coisas mais importantes no dossier – sendo que uma grande questão é a de quão fiável foi o material considerado pelo FBI, para conseguirem pôr Carter Page, o assessor da campanha de Trump, sob escuta –, mas a questão de se este vídeo existe realmente ou não é ainda mais divertida enquanto motivo de especulação.

Q: Então, o vídeo existe mesmo?

R. Isto é o que sabemos. Trump esteve em Moscovo em 2013 para o evento Miss Universo. E, apesar de segundo relatórios do ex-director do FBI, James Comey, Trump lhe ter dito que as alegações eram mentira, porque não tinha ficado em Moscovo nenhuma noite, os registos do seu voo indicam que lá esteve cerca de 46 horas, tendo chegado às 6h15 da manhã de sexta-feira, 8 de Novembro, e partido às 3h58 da manhã de domingo.

Também sabemos que as fontes de Steele sobre o “Vídeo do Xixi” tinham apenas conhecimento em segunda mão do mesmo, ou seja, nenhuma tinha visto a cena, nem falado com as prostitutas envolvidas. Posto isto, segundo o dossier, essas ditas fontes consistem num “ex-agente secreto russo ainda activo dentro do Kremlin”, um “membro do staff do hotel”, “uma trabalhadora do hotel presente quando Trump lá estava” e um “associado de Trump que organizou e planeou as suas viagens recentes a Moscovo”. Por isso, estão longe de serem pessoas alheias à situação e as quatro contam a mesma história.

Acredites no que acreditares, não existem provas definitivas de que isto ocorreu. Mas, várias pessoas – incluindo Tom Arnold – acham que há razões suficientes para continuar à procura do vídeo. Não percas TRUMP CONFIDENCIAL, no Canal Odisseia, para saberes mais.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.