FYI.

This story is over 5 years old.

O Bam Margera Apanhou de um Grupo de Rap Islandês

Testemunhas afirmaram que Bam assediou seguranças e invadiu uma área de produção. Margera desmentiu, dizendo que o agressor é um cara que não gosta dele há um tempo.

Este artigo foi originalmente publicado no Noisey Suíça.

Não é piada. No último fim de semana, o Bam Margera apanhou do Glacier Mafia, um grupo de rap formado por Gísly Pálm, o herdeiro milionário de um dos islandeses mais ricos do país. O astro do Jackass e o rapper se desentenderam durante o Secret Solstice Festival.

Bam Margera teria assediado uma moça responsável pela segurança do evento. O Glacier Mafia teria notado o assédio e se vingado. Todos os artistas e membros da organização do evento procurados pela reportagem pareciam concordar em uma coisa: Bam Margera estava sendo um idiota. O porta-voz do festival OSK Gunnarsdóttir disse que Bam estava "em estranhas condições" e tentou entrar em uma área da produção. Duas funcionárias tentaram detê-lo, ele ficou um pouco ríspido, e o rapper Pálmi e seu grupo interviram.

Desde que se casou em Reykjavik, Margera passa muito tempo na Islândia. Ele e sua esposa Nicole Boyd são bem conhecidos por suas festas na laje. A versão de Margera do incidente é bem diferente. Neste vídeo do site Visir, ele diz que o agressor é Leon Hill, um cara que fez um canal no YouTube para difamá-lo. Veja a treta abaixo: