​VICE Sports na Área

FYI.

This story is over 5 years old.

VICE Sports

​VICE Sports na Área

Chegamos.
25.11.15

Se nós de VICE Sports fôssemos uma torcida organizada, prezaríamos – acima das festinhas, boas histórias, aquela coisa toda – por um único lema: nada de tabelas, colunismo e polêmicas fáceis que vemos aos montes em jornais e sites esportivos do país.

(Ok, talvez essa frase não coubesse numa faixa ou bandeira, mas deu para sacar do que estamos falando, né?)

Nosso interesse não está no dia a dia dos clubes de futebol, nas pontuações ou nos resultados finais dos torneios. Buscamos o real: tramas de bastidores, modalidades esquecidas, atletas intrigantes, movimentos culturais relacionados aos jogos, relatos de fãs, faces desconhecidas de ídolos, enfim, tudo aquilo que torna o esporte um dos meios mais interessantes e apaixonantes para falar do que nos interessa: a relação de nós, homens e mulheres, com esse mundo louco.

A pegada é a mesma que você, leitor, está acostumado a ver em VICE. Demos algumas prévias nos últimos meses ao fazer um álbum de figurinhas da Copa dos Refugiados em São Paulo, ao mostrar fotos inusitadas das torcidas organizadas e ao retratar uma escolinha de boxe debaixo da ponte. Agora a missão é encher nosso site com mais conteúdo do tipo.

Para esse tão aguardado lançamento, que tem a Nike como parceiro, selecionamos três matérias: uma reportagem imersiva de Gabriel Uchida, que acompanhou os preparativos dos temidos Barras Bravas de Grêmio e Internacional para o último clássico do ano; um documentário sobre como é a revolução do skate em Shenzhen, na China, onde vive a cena de skatistas mais relaxada e promissora do mundo; e, por fim, contamos a história da velocista indiana Dutee Chand, hoje com 19 anos, que foi de futura medalhista olímpica à cobradora de trem porque a acusaram de não ser uma mulher. Só coisa foda.

Fique de olho: a partir de hoje, teremos conteúdos esportivos aos montes por aqui e, se o professor deixar, será só golaço.