Munchies

Desvendamos o código verde louco de 'Matrix'

Enfim, o mistério foi resolvido.
MS
Traduzido por Marina Schnoor
1.11.17
Foto via Flickr  Tony Werman  .

Matéria originalmente publicada no MUNCHIES.

Os primeiros minutos de Matrix (1999) são bizarros e desorientadores: uma torrente de caracteres verdes descendo na tela. De longe, parece um código indecifrável; mas olhando de perto você nota que são caracteres japoneses: hiragana, katakana e kanjis.

Os Wachowskis, diretores do filme, falaram depois sobre esse trecho da franquia. Você pode até considerar essa chuva verde como uma das imagens mais icônicas da série.

Para quem achou que era impossível saber o que era aquela confusão de caracteres na tela, tenho uma notícia: acontece que a gente foi enganado.

O homem por trás do código é Simon Whiteley, que trabalhou como designer de produção do filme. Numa entrevista para a CNet, Whitely revelou que a fonte do código místico era nada mais que um dos livros de culinária da esposa japonesa dele — as receitas de sushi que o cara achou nele.

Publicidade

"Eu queria contar agora que o código de Matrix é feito com receitas de sushi", disse Whiteley, que também fez o design de Babe - O Porquinho Atrapalhado (1995) e Uma Aventura Lego (2014), à publicação. "Sem esse código, não haveria Matrix."

Foto via usuário do Flickr stu_spivack .

Recapitulando: o maldito código, que, com certeza, muitos nerds passaram anos tentando decifrar, são várias receitas de sushi. Valeu! Obrigado por esclarecer essa pra gente. Isso sem dúvida vai levar os fãs mais obcecados a extrair as receitas de cada tomada; boa sorte para quem tentar.

E além disso: apesar de Whiteley ser o arquiteto de uma das sequências mais famosas do filme, ele não aparece nos créditos. Que vergonha, gente.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.