Noticias

Candy Mel, da Banda Uó, denuncia abuso em aeroporto no Rio

A cantora diz ter sido obrigada a se despir em sala privativa do aeroporto.
5.3.18
Imagem via Instagram.

Cantora da Banda Uó, Candy Mel fez uma acusação em seu Instagram de que foi detida no Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro. “Fui tratada como uma criminosa, como alguém que não tinha o direito de escolher o procedimento que fosse acontecer. Como alguém que não tinha um direito algum”, disse Candy.

O caso rolou no domingo (04), quando Candy estava a caminho de Brasília para apresentação do último show da banda, antes de seu hiato. Nos vídeos, a vocalista, também apresentadora do programa Estação Plural na TV Brasil, relata que foi revistada em público e que sua forma de protesto foi ficar sem camisa, com os seios de fora: “Isso sim, foi a minha forma de gritar”, contou.

A cantora diz que foi a única a ter que mostrar os documentos, sob chacotas dos profissionais do aeroporto. Segundo Candy, ela foi chamada para ser revistada em local privado, obrigada a se despir mas não hesitou ao pedido dos agentes. Em um dos vídeos ela conta que irá tomar as providências legais perante o caso.

Até a publicação desta nota, as assessorias da Banda Uó e da Polícia Federal do Rio de Janeiro não se pronunciaram.

Esta nota será atualizada conforme novas atualizações.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.