Noticias

Adolescente de 14 anos é morto durante baile funk em BH

Outros dois jovens foram atingidos, mas não correm risco de vida.
Imagem: Reprodução/Facebook.

Um fluxo de Pagofunk nas ruas da comunidade do Aglomerado da Serra, região sul de Belo Horizonte, foi desfeito depois da ação da polícia na madrugada de segunda-feira (10). Um adolescente de 14 anos foi baleado e morreu no local.

Outros dois jovens também foram atingidos — uma adolescente de 14 anos que levou um tiro na perna e um jovem de 17 foi ferido por uma bala de borracha. Os menores foram atendidos no Hospital João XXIII, e não correm risco de saúde, como informa o portal R7.

Publicidade

A Polícia Militar informou ao R7 que foi acionada durante o fluxo e armou uma operação para enfrentar traficantes armados na região. Informações do R7 dão conta de que os policiais foram recebidos a tiros. A polícia, por sua vez, disparou bombas lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar os moradores. Vizinhos próximos ao baile filmaram o tiroteio:

A PM apreendeu duas armas e uma sacola com maconha, pinos de cocaína e pedras de crack. Ninguém foi preso.

Depois da morte do jovem, foi criada uma página no Facebook para reportar casos de violência policial nos bailes funk de Minas Gerais. No Observatório de Violência aos Bailes Funks foi dito que policias atenderam uma reclamação por barulho no Aglomerado da Serra e dispersaram as pessoas com bala de borracha. Segundo relatos na página, os PMs teriam retornado ao baile e só então o conflito teria tido início.

O integrante do centro cultural comunitário Lá da Favelinha Kdu dos Anjos, que é morador da comunidade, postou um vídeo na página do grupo comunitário informando sobre a ação da PM. "A polícia chegou, rolou tumulto, pessoas pisoteadas, houve confronto, gente atingida com bala de borracha, depois bala de verdade. Várias pessoas estão feridas. Um jovem de 14 morreu baleado", diz ele na sua publicação.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.