Noticias

O serviço secreto norte-americano interceptou bombas endereçadas a Hillary Clinton e Barack Obama

Autoridades dizem que os explosivos são similares à bomba encontrada na casa de George Soros na segunda-feira.
24.10.18
Bomba enviada para a casa de Hillary Clinton interceptada pelo Serviço Secreto norte-americano
Hillary Clinton no palco com o presidente americano Barack Obama, o ex-presidente Bill Clinton e o cantor Jon Bon Jovi. Independence Mall, Filadélfia, Pensilvânia, 7 de novembro de 2016. KENA BETANCUR/AFP/Getty Images.

O Serviço Secreto americano diz ter interceptado duas bombas – uma endereçada a Barack Obama e uma a Hillary Clinton – nas últimas 24 horas.

Segundo o New York Times, os explosivos, que foram enviados para a casa dos Clinton em Chappaqua, Nova York, e ao escritório de Obama em D.C., eram similares em natureza à bomba encontrada na segunda-feira na caixa de correio da casa de George Soros, o bilionário liberal que vive no norte da Cidade de Nova York, em Bedford.

Publicidade

Leia mais: Uma bomba foi encontrada na caixa de correio de George Soros

Numa declaração, o Serviço Secreto confirmou que interceptou duas bombas – uma na noite de 23 de outubro endereçada a Clinton, e uma na manhã de 24 de outubro, endereçada a Obama.

“Os pacotes foram imediatamente identificados durante procedimentos de triagem de rotina como explosivos em potencial, e foram tratados de acordo”, a agência disse numa declaração. “Os alvos não receberam os pacotes nem estavam sob risco de receber.”

A Força Tarefa de Terrorismo do FBI está investigando os dois incidentes. A força tarefa não respondeu os pedidos da VICE de comentários.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.