Publicidade
Music by VICE

Exclusivo! Tiago Vilhena explica-te porque é que nunca mais vais dizer mal desta vida

"D'esta vida" é uma canção que nunca mais te vai largar. Ficas avisado.

Por Sérgio Felizardo
24 Julho 2019, 10:26am

A vida é tão bonita. A vida também é tão fodida... Mas, é tão bonita. Nem sempre é como tu queres. Quase nunca é como tu queres. Mas, é tão bonita, não é? Tiago Vilhena (Savanna, George Marvinson) também acha que sim e deixa-o escrito para todo o sempre em formato canção. E, neste caso, "para todo o sempre" é mesmo para a eternidade, porque "D'esta vida" é daquelas que não te vão largar. Provavelmente nunca mais.

Assente numa melodia aparentemente simples, mas que segundo após segundo vai revelando a sua complexidade harmónica, camada após camada, palavra após palavra, instrumento após instrumento, Vilhena conta uma história que é a de cada um de nós. Uma história de aceitação da diversidade, da diferença, do mundo que nos rodeia e que às vezes não vemos porque não estamos suficientemente atentos. Ou predispostos a ver.

Podes olhar para as coisas de mil maneiras e complicar tudo, ou podes olhar para as coisas numa perspectiva positiva e, não deixando de ter a certeza que há inúmeras formas de abordar a nossa existência sem que nenhuma delas seja necessariamente melhor do que a outra, tentares não dizer mal desta vida. Porque é que o que há e os caminhos és tu que os escolhes.

Em "D'esta vida" - segundo single de um álbum que se avizinha - os caminhos são três, cantados pelo autor, mas também pelos convidados José Penacho (Marvel Lima, Zé Simples) e Bia (April Marmara) e ilustrados pelas belíssimas silhuetas ondulantes do vídeo realizado por Zarolina e que podes ver acima. Onírica e nostálgica, bela e assertiva, "D'esta vida" é a canção de que o teu quotidiano precisa para finalmente começares a viver. Aproveita, não tens outra oportunidade.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.