FYI.

This story is over 5 years old.

A Mama Pro Quer te Levar para o Espaço com uma HQ

A festa que veio de Xangai para o Brasil — e tem mais uma edição nesta sexta (14), em São Paulo — ganhou uma história em quadrinhos que ilustra o encontro musical de ETs e seres humanos.

A primeira grande viagem da Mama Pro foi da China ao Brasil. Radicada na nossa terrinha, a festa que nasceu do outro lado do mundo chega a mais uma edição nesse sábado (15) em São Paulo, no Panam, pronta para outra jornada. Sob o título "Pale Blue Dot", o encontro ganhou tons interestelares com uma HQ que ilustra o encontro musical de ETs e seres humanos.

Veja aqui a HQ "Pale Blue Dot" da Mama Pro.

Nos quadrinhos, o questionamento sobre a existência de seres vivos em outros planetas dá lugar a uma dúvida muito mais importante — ao menos aqui pro THUMP. Há, em algum lugar do universo, seres que topariam curtir uma festa na Terra ao som de batidas eletrônicas, riffs de piano, solos de metais e bases graves?

Publicidade

Leia: "De Preto Para o Futuro: As Raízes Sci-Fi da Música Eletrônica"

De tão vivos, os ETs imaginados pela Mama Pro são até festeiros. O que eles entendem como convite pra uma balada terrena na ficção, no entanto, é uma mensagem de verdade. Trata-se do Disco de Ouro da Voyager, uma gravação de manifestações de várias culturas humanas que está a bordo de duas sondas que, no momento, estão pra lá de Plutão.

"A máxima da HQ é que a música é universal e os sons da Terra fazem parte da sinfonia do universo", explica Kim Salomoni. Ele escreve os textos e parte do roteiro que acompanham as ilustrações feitas por Tauan Pardal. A ideia da HQ tem pelo menos um ano. "Mas faltava tempo e grana", diz ele. "Agora está aí! A edição impressa estará à venda durante a festa."

Kim também é DJ residente e cofundador da festa ao lado de Gustavo Frigori. A dupla se conheceu quando tiveram de rachar um apê durante uma temporada de estudos na China em 2012. "Quando nos mudamos pra Xangai, percebemos que o nosso prédio tinha um terraço que estava inutilizado e começamos a fazer festas ali", diz Kim.

Leia: "Totoro Typhoon: Ficando por Dentro das Festas Secretas de Hong Kong — Parte 1"

As festas cresceram e, de volta ao Brasil, a dupla tocou a Mama Pro mais seis vezes. A edição inspirada na viagem espacial do disco dourado terá Caio T. (Gop Tun) e o duo Selvagem ao lado dos residentes Don Det e MAD.U. Os convidados entram em um elenco que tem gente como Shiba San, Carlos Capslock e Darick Gyorgy, entre outros.

A lista diversa afasta a ideia de que a festa vive a coqueluche do deep house — febre típica da cena eletrônica herdeira dos clubes dos anos 2000. A Mama Pro não queR essa pecha pra si. "Na nossa festa rola música eletrônica de vanguarda", diz Kim. "Mas para alguns parece que, hoje em dia, tudo que não é David Guetta e Avicci é deep house."

Conhecido no gênero, o DJ Alixander III será mais um nome a integrar o elenco da festa. Parte do grupo Azari & III, o canadense fecha o aniversário da Mama Pro no dia 21 de agosto em uma comemoração fechada num esquema meio rave dos anos 90, meio lista VIP: cola quem receber um telefonema da organização. Um contato imediato de primeiro grau.

A Mama Pro está no Facebook // Soundcloud