Para cada mulher, sua própria essência

FYI.

This story is over 5 years old.

AVON Femme

Para cada mulher, sua própria essência

Dez mulheres dão suas definições sobre suas essências.
19.9.16

Conteúdo para campanha AVON Femme, conhecendo mulheres e suas essências.

Poderíamos ficar aqui citando Clarice Lispector, Cecília Meirelles, poderíamos descrever os autorretratos de Tarsila do Amaral ou de Frida Kahlo. Poderíamos até citar um belo verso de Martha Medeiros sobre a essência feminina, aquele em que ela se diz "mulher madura que às vezes anda de balanço".

Estamos neste texto, é bem verdade, como em uma corda bamba de circo. Lá embaixo está o clichê doido para nos abocanhar. Mas como chegar ao outro lado sem dar aquela vacilada? Como falar sobre a essência de cada mulher? O que nos pareceu mais honesto foi dar este espaço de fala às mulheres. Para isso chamamos dez representantes, com idades, cores, classes sociais, situações e religiões distintas para dar seus depoimentos.

Publicidade

Laylah Arruda, de 32 anos, é cantora, DJ e criadora do Feminine Hi-Fi, um sound system pesadão feminino em São Paulo. Ela dá o papo: "Somos o princípio de tudo: a mulher é o ventre nascente, o primeiro lugar dos seres no plano terrestre é o corpo feminino e aí já está posta força tamanha e intrínseca. A essência feminina são os constantes encontros com o poder pessoal. E não falo nunca em desencontros, porque, uma vez alcançadas essas forças, a mulher nunca mais as deixa escapar. É cumulativo e está nas mais diversas áreas da vida. Esse é o empoderamento que tanto falamos".

Para a advogada Mirian Regina Passarelli Prado, de 35 anos, a estrutura feminina está ligada, de certa forma, à natureza. Ela explica. "Se tivesse que definir a essência (no sentido de odor mesmo) que mais se assemelharia às mulheres, diria que seria algo próximo ao cheiro da terra. De todos os elementos da natureza, acredito que a terra representa o feminino: a terra dá vida a outros seres, abriga, dá alimento, representa solidez, casa, aconchego, certeza, uma grande mãe que às vezes se agita. Tudo o que pra mim a mulher representa. Pode ser cheiro de terra depois da chuva, pode ser cheiro de terra velha ou nova, pode ser cheiro de terra florida, pode até mesmo ser cheiro de terra seca, que por falta de cuidado não germinou."

Se tivesse que definir a essência (no sentido de odor mesmo), diria que seria algo próximo ao cheiro da terra.

Publicidade

A gerontóloga Dóris Cardoso, de 67 anos, enaltece a pluralidade e os ciclos femininos. "A essência da mulher é a pluralidade. Boa parte da sua vida biológica é regida por ciclos: ela pode comportar um outro ser dentro do seu. Pode fazer várias coisas ao mesmo tempo e prestar atenção a fatos diversos. Enfim, é um ser plural."

Aos 23 anos, a fotógrafa Anna Mascarenhas busca uma experiência recente para dar a sua definição da essência feminina. "Acho que muita gente associa a essência feminina à aparência, superficialmente. Senti muito isso quando raspei o cabelo. Inicialmente foi um choque por perder essa característica imediata feminina. Mas justamente nesse processo pude me aprofundar nesse conceito e refletir sobre o que faz eu me reconhecer mulher — algo que não é um privilégio meu, que me identifico também biologicamente [com o gênero], mas pode envolver qualquer pessoa. E a minha conclusão é que a essência feminina tem a ver com uma sensibilidade, não digo emotiva, mas uma relação profunda que mantemos com o universo. Acho que essa essência transborda no olhar, na maneira de agir, de andar, a essência feminina é essa energia que emana da gente, evocando sensualidade, força, beleza, intuição e inteligência. Independentemente de como pareço fisicamente, cabeluda ou careca, homem ou mulher, gorda ou magra, a essência feminina se manifesta em cada mínima atitude de quem a possuir. Eu a definiria como pura energia cósmica."

Publicidade

Independente de como pareço fisicamente, cabeluda ou careca, homem ou mulher, gorda ou magra, a essência feminina se manifesta em cada mínima atitude de quem a possuir.

Clarice Batusanschi, produtora cultural e artesã, de 28 anos, também fala sobre esse bojo não estar necessariamente ligado ao sexo biológico. "Acho que essência feminina é algo que pode aflorar tanto em homens quanto em mulheres. É o lado cuidadoso e criativo do ser humano. Essência feminina se manifesta na bravura de enfrentar o cotidiano num equilíbrio entre força e delicadeza. É energia criativa com doses de habilidades manuais e uma pitada de braveza."

Acho que essência feminina é algo que pode aflorar tanto em homens quanto em mulheres. É o lado cuidadoso e criativo do ser humano.

A arquiteta Luli Cordeiro, de 31 anos, cita um outro ponto de vista. "Sempre que são retratadas de maneira genérica, as mulheres são delicadas, românticas, pacientes e dedicadas esperando a aprovação do príncipe encantado. Eu faço parte de outro retrato da mulher. Brava, que toma iniciativa, que defende suas opiniões e é vaidosa para si. Pra mim e minhas manas a essência da mulher é a luta."

Pra mim e minhas manas a essência da mulher é a luta.

Luciana Ferreira Lopes, representante comercial, de 44 anos, também levanta esta bandeira. "Nós temos que ser fortes, tem que agir, não podemos ter medo. A mulher foi criada para ter medo, para buscar a segurança em outra pessoa, seja na família ou no marido. Ela tem que ser forte independente da posição em que ela vive. É difícil ser mulher na sociedade, ainda mais para as mulheres pretas e pobres ou para brancas e pobres ou nordestinas ou mães solteiras, para vários tipos de mulheres. Cada mulher é diferente neste país, neste planeta."

Publicidade

Aos 27 anos, Glamour Garcia é modelo, atriz e tem uma definição direta e categórica sobre o fundamento de ser mulher. "Pra mim a essência feminina é a independência intelectual, a vaidade espiritual e a fé existencial."

A professora primária Priscila Serrano, de 33 anos, fala sobre o ônus e o bônus de ser mulher. "É algo mágico com pitadas doces e amargas, é um mix de sentimentos. Somos privilegiadas em gerar vidas, sangramos por alguns dias mexendo assim com nosso humor e corpos (algo sem explicação). Somos capazes de ressurgir das cinzas, pois temos uma força inacreditável. Vivemos a cada dia em uma constante briga com os nossos próprios sentimentos, vários deles. Seja amor demais ou reconhecimento de menos. Por fim, a palavra chave que define essa essência na minha opinião é: guerreira."

Com sabedoria e precisão, a diarista Marluce Soares da Silva, 45 anos, é direta ao ponto. "Toda mulher gosta de ser bonita, feliz e realizada."

Numa consulta breve ao dicionário achamos que essência é "a existência no que ela tem de mais constitucional". É o espírito da coisa, saca? Já a natureza feminina, que não tem uma definição nítida em dicionários, ainda precisa ser estudada e pensada de outras formas. Ela é plural, tem muitas respostas, rostos, tons de pele e outros pormenores. É a terra fértil, é a luta, é um mundo em cada rosto. É incrivelmente rica.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.