Noticias

Boletim Matutino da VICE - 15/10/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
15.10.19
O deputado federal e presidente do PSL Luciano Bivar
Marcelo Camargo / Agência Brasil 

Brasil

Em meio a briga com Bolsonaro, presidente do PSL é alvo de operação da PF

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (15) mandados de busca e apreensão em endereços em Pernambuco ligados ao deputado federal Luciano Bivar, presidente do PSL, em investigação sobre o esquema das candidaturas de laranjas . O PSL é o partido do presidente da República, Jair Bolsonaro. Os mandados foram autorizados pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado, atendendo pedidos da polícia e do Ministério Público. A casa de Bivar no Recife é um dos alvos. O esquema do 'laranjal' do PSL início a uma crise na legenda e tem sido um dos elementos de desgaste entre o grupo de Bivar e o de Bolsonaro, que ameaça deixar o partido. – Folha de S. Paulo

Publicidade

Prédio residencial desaba em Fortaleza, ao menos 10 pessoas podem estar presas

Um prédio residencial desabou, na manhã desta terça-feira (15), no Bairro Dionísio Torres, área nobre de Fortaleza. O Corpo de Bombeiros informou que de 10 a 15 moradores ficaram sob os escombros, mas o total de feridos não havia sido contabilizado até o momento. Testemunhas do desabamento relatam que viram pessoas dentro do edifício, no cruzamento na Rua Tibúrcio Cavalcante com Rua Tomás Acioli. Logo após a construção ruir, pessoas foram vistas correndo para longe do condomínio. Segundo moradores do bairro, o prédio tinha sete andares, incluindo a cobertura. – G1

Anatel autoriza bloqueio de celular onde Bolsonaro e Mourão estiverem

A Agência Nacional de Telecomunicações autorizou, nesta segunda-feira (14), o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República a utilizar aparelhos para bloquear sinal de celulares onde estiverem o presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão. A decisão da Anatel permite ao GSI utilizar os bloqueadores de sinais em “locais e adjacências” onde Bolsonaro e Mourão “trabalhem, residam, estejam ou haja a iminência de virem a estar” tanto dentro dos limites desses locais, até a uma distância de 200 metros em torno deles. – O Globo

Amazônia completa terceiro mês seguido de desmate recorde

A área de alertas de desmatamento na Amazônia cresceu 95,8% em setembro em relação ao mesmo mês do ano anterior. Segundo dados do sistema Deter, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, foram ceifados 1.447 km2 de floresta no mês passado, contra 739 km2 em setembro de 2018. Este é o terceiro mês consecutivo em que a área de alertas de desmatamento detectada pelo sistema de monitoramento por satélite é maior do que em qualquer outro mês de qualquer outro ano desde que a versão atual do Deter (o Deter-B) entrou em operação, em 2015. Até junho deste ano, o desmatamento mensal detectado pelo Deter jamais havia ultrapassado 1.025 km2, variando nos meses de “verão” amazônico (a estação seca) entre 200 km2 e 1.000 km2. – O Eco

Publicidade

Ceará já contabiliza 23 tartarugas mortas após surgimento de manchas de óleo no mar

O número de tartarugas encontradas mortas no litoral do Ceará já chega a 23, desde o início do aparecimento de manchas de óleo no mar do Nordeste até esta terça-feira (15). Balanço divulgado pelo Instituto Verdeluz contabiliza 21 animais. Porém, somente no último fim de semana, o G1 apurou que pelo menos mais duas tartarugas foram avistadas sem vida nas praias do Estado, o que elevaria a contagem. Apesar de não haver confirmação da causa das mortes, a principal suspeita é a de contaminação pelas manchas de óleo que incidiram no litoral nordestino desde o mês passado. – G1

Cármen Lúcia retira do plenário virtual ação sobre aborto para grávidas com zika

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, retirou de pauta do plenário virtual a Ação Direta de Inconstitucionalidade 5581, que discute a descriminalização do aborto em caso de grávida contaminada pelo vírus zika. Não há data para o julgamento. A Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), autora da ação, havia pedido, na quinta-feira (10), que o caso fosse levado ao pleno presencial. Antes, os ministros teriam entre os 18 e 24 de outubro para apresentarem seus votos. – Vortex

MPE-MS abre inquérito para apurar furto de 177 quilos maconha por investigador em delegacia

O Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul abriu inquérito para apurar as circunstâncias em que o policial civil, Eduardo Luciano Diniz, de 37 anos, teria furtado 177 quilos de maconha da delegacia de polícia de Itaquiraí, a 402 quilômetros de Campo Grande, no sul do estado. De acordo com publicado no Diário Oficial do MPE-MS, o inquérito vai apurar não só a conduta de Eduardo Diniz, mas se há o envolvimento de outras pessoas. O investigador ficou meses foragido e agora está preso. De acordo com a Polícia Civil, no dia 8 de junho deste ano Diniz estava de plantão e recebeu na delegacia a apreensão de 559 quilos de maconha. À noite, ele retirou de lá 177 quilos da erva, levou até uma chácara, retornando para unidade policial com 200 quilos de maconha, porém de qualidade inferior. – G1

Publicidade

Conselho Federal de Medicina é contra o termo “maconha medicinal”

O Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria divulgaram na última quinta-feira (10) um conjunto de dez orientações acerca de termos e nomenclaturas para tratar a maconha, além de destacar possíveis efeitos colaterais negativos do uso da planta. O documento começa desqualificando o uso da expressão “maconha medicinal”, afirmando que a Cannabis sativa e a Cannabis indica não seriam consideradas medicamentos e que, portanto, “não existe” essa classificação. Em junho, o CFM e a ABP emitiram uma nota conjunta pedindo a revogação de consulta pública da Anvisa sobre a regulamentação do plantio da Cannabis e alertaram para o “alto risco” da proposta. – Metrópoles

Vídeo desmente PM que baleou dois em carro na Ilha do Governador

Um vídeo que veio à público nesta segunda-feira (14), mostra que o policial militar que baleou duas pessoas na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, no dia 5 de julho, não trocava tiros com bandidos, como ele disse em depoimento à polícia. O sargento Alexandre da Silva Gomes é lotado no Batalhão de Policiamento de Choque. Na ocasião, o tiro de fuzil 762 atingiu um carro ferindo o motorista e uma passageira. Em seu depoimento, o PM disse que ele e sua equipe perseguiram um carro preto por cerca de 1 km e quando chegaram em uma esquina houve troca de tiros. O vídeo com câmeras do local mostra que não há perseguição. – G1

Publicidade

Mundo

Número de mortos após passagem de tufão passa de 60 no Japão

Sob ameaça de novas chuvas, milhares de socorristas no Japão continuam em busca de sobreviventes, três dias após a passagem do poderoso tufão Hagibis. A TV estatal informou nesta terça-feira (15) que foi a 67 o número de mortos e que ao menos 15 pessoas estão desaparecidas. Há 204 feridos. Hagibis atingiu a terra no sábado (12) à noite vindo do Pacífico, acompanhado por rajadas de vento de quase 200 km/h. A passagem do tufão foi precedida por chuvas torrenciais que afetaram 36 das 47 prefeituras do país (centro, leste e nordeste) e causou deslizamentos de terra e inundações. – G1

EUA impõem sanções contra a Turquia após ataques a curdos na Síria

Os Estados Unidos anunciaram sanções nesta segunda-feira (14) contra integrantes do governo da Turquia após os recentes ataques de militares turcos a bases curdas no nordeste na Síria. Há uma semana, o presidente Donald Trump retirou tropas norte-americanas da região que lutavam ao lado dos curdos contra o Estado Islâmico, o que abriu caminho para uma ofensiva turca. Em um primeiro momento, as sanções afetam dois ministros e três funcionários do alto escalão do governo de Recep Tayyip Erdogan na Turquia. Além disso, quem mantiver relações econômicas com essas pessoas pode ser sofrer punições do Tesouro norte-americano. – G1

E mais

Torcida da Bulgária faz gestos nazistas em jogo contra Inglaterra e equipe toma um vareio

Foi uma noite de segunda-feira (14) aterradora em Sofia, capital da Bulgária, onde torcedores locais fizeram gestos nazistas e dispararam cantos racistas a jogadores da Inglaterra. A resposta ao menos veio no campo: goleada por 6 a 0, em jogo das eliminatórias da Eurocopa que praticamente encaminhou a classificação dos ingleses. A partida foi paralisada em duas oportunidades. Torcedores faziam o som de macacos quando jogadores negros como Mings e Rashford estavam com a bola. – Globo Esporte