O cara que montou um controle de fliperama para jogar o próprio game
Motherboard

O cara que montou um controle de fliperama para jogar o próprio game

A melhor maneira de jogar 'Necrosphere' é com dois botões.
13.7.17

Durante o BIG Festival 2017, evento de jogos independentes que rolou no fim de junho em São Paulo, um pequeno estande chamava a atenção por ter, à frente da tela, um daqueles controles classicões de fliperama. Ao me aproximar e trocar uma ideia com o criador, o game designer Caio Lopez, do estúdio catarinense Cat Nigiri, descobri que ele mesmo tinha montado o equipamento. O motivo? Mostrar o quão simples era o jogo.

Publicidade

Necrosphere é um game plataforma de apenas dois botões. Eles servem pra movimentar o boneco para esquerda ou para direita na tela. E só. Mesmo com comandos tão simples, o jogo consegue ser bastante divertido e com fases bem construídas que lembram uma mistura de Super Meat Boy e Super Metroid.

O jogo em si é excelente, só que Lopez estava meio bolado na hora de apresentar para as pessoas. "Por ser um personagem em um ambiente bidimensional, dá a entender que algum botão vai fazer ele pular, mas não tem nenhum", contou ao Motherboard. "Eu queria deixar logo de cara que só há dois botões no jogo."

Não tinha como ele conseguir isso usando um teclado de PC e suas diversas teclas, nem nos controles de PlayStation ou Xbox. "O projeto inicial era fazer algo com o formato do controle do Super Nintendo, com um botão na esquerda e outro na direita e Start bem no meio", revelou. Iria ficar realmente bem da hora um controle assim, só que ele resolveu ir por um caminho mais fácil e partiu para um controle arcade de fliperama no lugar.

Leia a matéria completa no MOTHERBOARD.