Tonic

É muito nojento não escovar os dentes antes de dormir?

Escovar, escovar, escovar... Ou pular?
18.9.17

O cenário:

Você nunca notou que o hálito da sua amiga era horrível, mas em uma viagem de grupo, em um quarto de hotel compartilhado, ela foi direto para a cama sem escovar os dentes. Você pergunta qual é o problema, e ela "às vezes eu escovo, às vezes não". E acrescenta: "na maioria das vezes eu tô muito cansada". Você não fica exatamente julgando, mas você foi ensinada a escovar os dentes sempre que acorda e antes de dormir.

Às vezes você não passa o fio dental, mas fica tranquila, porque escovar os dentes antes de dormir mantém as cáries e outras bactérias afastadas. Nisso, sua amiga afirma que os dentes dela são perfeitos e que a higiene dental não passa de um plano capitalista, aí você começa a pensar em todas as horas que desperdiçou (recomendados dois minutos de escovação à noite) escovando seus dentes antes de dormir. E aí?

Os fatos:

Como era de se esperar, nossas bocas são muito nojentas. Quente e grudenta, a cavidade oral é o ambiente perfeito para o crescimento de todo tipo de bactéria. "A doença mais comum de ser prevenida é a cárie dental [da cavidade dental], causada pela bactéria Streptococcus mutans", afirma Alex Shalman, dentista cosmético e instrutor clínico na Faculdade de Odontologia da NYU, nos EUA. "Todos nós temos a bactéria S. mutans em nossas bocas, […] e ela necessita basicamente de um ambiente ácido."

Enquanto enchemos a cara de carboidratos, café e açúcar, nossa boca se torna cada vez mais ácida. Essa condição é ideal para as bactérias como a S. mutans e outras que formam placa. O único jeito de impedir que esses micro-organismos dominem sua boca é "interrompê-los" com a escovação dos dentes. A Associação Dental Americana (ADA) recomenda que você escove os dentes ao menos duas vezes em um período de 24 horas para que esses bostinhas não consigam acomodar e causar um estrago maior. "Escovar os dentes tem um benefício duplo", afirma Shalman. Em primeiro lugar, escovar regularmente quebra a placa dentária e as bactérias que estão em nossos dentes e remove os alimentos que contribuem para o ambiente ácido. Assim, quando escovamos os dentes, estamos basicamente atrasando a degradação dental.

O pior que pode acontecer:

Shalman afirma que o pior que pode acontecer quando não escovamos os dentes o suficiente – novamente, pela manhã e muito bem à noite – é ter uma degradação súbita. "Essa degradação pode causar infecções dolorosas que necessitam de procedimentos dentários extensivos e que causam, por fim, a perda do dente."

Outro efeito colateral de não escovar os dentes? Periodontite, isto é, doenças na gengiva. E daí é ladeira abaixo. "Se as bactérias que causam doença periodontal provoca nosso sistema imunológico a ponto de atacá-lo, o dano colateral dessa resposta pode causar perda óssea e dos dentes, bem como efeitos sistêmicos em nossos órgãos internos", avisa Shalman. Ele continua. Afirma que nosso sistema imunológico envia respostas doidas para a bactéria, e destrói o osso e tudo em seu caminho. Existem também evidências de que uma higiene oral pobre e inadequada pode contribuir para cardiopatias. Uugh.

O que provavelmente vai acontecer:

Se sua amiga realmente tem aversão a sair do sofá para escovar os dentes antes de dormir, escovar uma única vez ao dia provavelmente não vai deteriorar sua mandíbula e causar perda dos dentes. Entretanto, o que vai acontecer é a formação de placas com risco aumentado para cáries e doenças na gengiva. É por isso que a escovação à noite, antes de dormir, é muito importante: "À noite, o fluxo de saliva é tremendamente reduzido, e a saliva é um lubrificante natural. Ela remove coisas dos dentes", afirma Mazen Natour, professor de periodontologia e implante dentário n Faculdade de Odontologia na NYU. "Com o fluxo de saliva reduzido à noite, as coisas tendem a se prender mais fácil e rapidamente." Natour acrescenta que, se você escovar os dentes unicamente à noite, terá acumulado horas e refeições entre as escovações, as quais vão acumular placa nos dentes. "Uma opinião pessoal: se você realmente deseja escovar os dentes uma única vez ao dia, então eu diria para escová-los à noite."

O que você deveria dizer a sua amiga:

Diga a ela para realmente considerar escovar os dentes antes de se deitar. E diga si mesmo também que, como você é toda orgulhosa, deveria considerar escovar seus dentes de manhã, após o almoço e antes de dormir. "Escovar uma vez ao dia é melhor do que não escovar nunca, mas também não é bom, porque não comemos somente uma vez ao dia", afirmou Natour. "Cada vez que comemos, nos alimentamos as bactérias e nós as ajudamos se proliferarem, causando cáries e doenças periodontais." Um estudo recente descobriu que coreanos adultos encorajados a escovar três vezes ao dia por ao menos três minutos, têm menos incidência de doenças periodontais do que os americanos e os australianos, que são ensinados a escovar somente duas. Então, sim, antes de julgar, você e seu colega podem se beneficiar de uma maior escovação.