FYI.

This story is over 5 years old.

Noticias

Especialistas de saúde internacionais querem que as Olimpíadas do Rio sejam adiadas por causa do zika

Mais de cem estudiosos assinaram carta aberta enviada à Organização Mundial de Saúde afirmando que é um “risco desnecessário expor 500 mil turistas ao vírus” que a ciência ainda não entende plenamente.
31.5.16

Mais de 100 especialistas em saúde pedem que as Olimpíadas do Rio deste ano sejam adiadas ou mudadas, por medo de que os jogos possam acelerar o alastramento do zika vírus pelo mundo.

"A cepa brasileira do zika vírus prejudica a saúde de maneiras que a ciência não observou ainda", dizem os especialistas numa carta aberta endereçada à Organização Mundial de Saúde, publicada na internet na última sexta (27). "É um risco desnecessário expor 500 mil turistas de todos os países ao vírus, já que eles podem contrair a cepa, retornar para casa e transformar isso uma endemia."

Publicidade

O zika vírus está presente na África e Ásia, e causa uma doença relativamente amena parecida com a dengue. O vírus foi notado no Brasil há cerca de um ano, mas começou a causar pânico no final do ano passado, depois que foi ligado a casos de microcefalia em recém-nascidos.

Desde então, o zika se espalhou pelo continente. Ao mesmo tempo, surgiram evidências de uma possível ligação do vírus com outras doenças neurológicas e uma variedade de meios de transmissão além da picada do mosquito, incluindo sexo sem proteção com pessoas infectadas.

A carta aberta reconhece que ainda há muitas incertezas sobre o vírus, mas insiste que é melhor prevenir que remediar. Os assinantes incluem cientistas de universidades do mundo todo como Harvard, Columbia e Rio de Janeiro.

"Atualmente, modelos matemáticos não conseguem prever o curso da epidemia com precisão", diz a carta. "É imperativo que a OMS conduza uma nova avaliação baseada em evidências sobre o zika e os Jogos, e emita novas recomendações para os viajantes."

No começo do mês, a OMS aconselhou que os atletas e visitantes do Rio tomem uma série de precauções — como usar blusas de manga longa, repelente e camisinha — mas disse que não vai pedir que os jogos sejam adiados ou cancelados.

Os especialistas argumentam que é "antiético" correr o risco de seguir com os Jogos numa cidade onde a taxa de infecção pelo zika vírus é uma das mais altas do Brasil. A cerimônia de abertura deve acontecer no dia 5 de agosto.

A carta aceita o argumento amplamente utilizado de que as taxas de infecção individual durante os Jogos devem cair, já que o pico de infestação do mosquito acabou. Mas, eles também apontam, qualquer um infectado com o vírus pode retornar para um país onde a temporada de mosquitos está no auge.

"Fazemos esse pedido apesar do fatalismo amplamente divulgado de que os Jogos do Rio de 2016 são inevitáveis ou 'grandes demais para fracassar'", diz a carta. "A história mostra que isso está errado: as Olimpíadas de 1916, 1940 e 1944 não foram apenas adiadas, mas canceladas."

Tradução: Marina Schnoor

Siga a VICE BRASIL nas redes: Facebook | Twitter