FYI.

This story is over 5 years old.

Tudo o que sabemos sobre o novo álbum do Frank Ocean, 'Blonde'

O campeão voltou!

[ATUALIZAÇÃO - 09/09 às 14h20] Depois de três semanas de sofrimento, finalmente o Blonde está no Spotify. Ouça abaixo:

Finalmente, a espera acabou. Depois de quatro anos, desilusão atrás de desilusão, meses escutando o channel ORANGE, um vai-não-vai eterno, o novo queridinho do R&B Frank Ocean lançou seu tão-aguardado segundo álbum de estúdio, Blonde. O disco de 17 faixas saiu na noite de sábado (20) — acompanhado da revista Boys Don't Cry, feita pelo próprio Frank — com exclusividade da Apple Music, e desde então já saíram tantas infos sobre o disco e sua lista infinita de participações especiais que a gente decidiu compilar tudo num post só, pra você poder acompanhar por que diabos ele demorou quatro anos pra lançar essa joça.

Publicidade

Tudo começou com um stream misterioso que ele colocou no ar no site boysdontcry.co, no dia 1º de agosto, que ficou rolando por uns dias e quase conseguiu que a gente conseguisse curtir o som do Frank Ocean cortando lenha. Na sexta (19), o stream voltou e, logo depois de quase matar a internet do coração, ele terminou de construir uma escada em espiral. Ao fundo, tocavam faixas que, logo depois, a gente ficaria sabendo que eram do álbum visual que ele lançaria naquele dia, o Endless.

O disco conta com 18 faixas e um monte de participações — Arca, Jonny Greenwood, James Blake, Alex G, um sample da Gal Costa e até um cover de Isley Brothers. Até aí nada mal, mas o álbum só foi disponibilizado oficialmente, na Apple Music, como vídeo; e as músicas pareciam um tanto inacabadas e aéreas, como se Endless fosse uma faixa de transição infinita. Mas nem deu tempo de ficar decepcionado — algumas horas depois do lançamento do álbum visual, o New York Times reportou que o disco oficial sairia ainda no fim de semana.

Comprovando a matéria do New York Times, no dia seguinte (sábado, 20) o Frank Ocean lançou o clipe de "Nikes"; faixa que todo mundo suspeitava ter participação do Chance the Rapper, já que ele tinha postado um pedaço da letra no Twitter. O clipe conta com a participação do A$AP Rocky, segurando uma foto em homenagem ao A$AP Yams, o Frank Ocean com vários glitter na cara e muita gente pelada. Há quem diga que o clipe faz uma referência, também, ao suicídio em massa do culto de Heaven's Gate. A faixa é legal, mas ainda não tinha perdido aquela cara inconclusiva do Endless, como se fosse uma introdução.

Publicidade

Eis que, mais tarde, logo depois do gol do Neymar que conquistou a vitória do Brasil sobre a Alemanha no futebol, a gente recebeu outro ouro: o Blonde, nome real do disco que até então conhecíamos por Boys Don't Cry, foi finalmente lançado. 17 faixas novinhas de Frank Ocean cantando. Era real. Estava acontecendo.

O que mais chamou a atenção logo de início foi a caralhada de artistas listados como colaboradores: Andre 3000 (o verso em "Solo Reprise"), Arca, The Beatles (Frank usa um pedaço da letra de "Here, There and Everywhere" em "White Ferrari"), David Bowie, Elliott Smith (letras de "A Fond Farewell" em "Siegfried", Brian Eno, Gang of Four, Kanye West, Kendrick Lamar, Beyoncé, Jonny Greenwood, Pharrell, Tyler the Creator, Rostam Batmanglij… Até um refrão (o de "Self-Control") cantado emotivamente pelo Yung Lean(!). A capa do álbum foi clicada pelo fotógrafo Wolfgang Tillman que, segundo a Pitchfork, é o produtor da última faixa do Endless, "Higgs".

Enquanto a gente se descabelava por aqui, os gringos tiveram a oportunidade de ir aos eventos de divulgação e venda das revistas Boys Don't Cry, feitas pelo Frank e mais um monte de colaboradores, que rolaram em Los Angeles, Nova York, Chicago e Londres.

Ainda sabemos pouco sobre o conteúdo da revista, mas, ao que parece, ela tem várias capas diferentes, todas vêm com uma cópia do Blonde e elas contam com longas entrevistas com o Lil B (thank you based) e com a mãe do Frank Ocean. Ah, e com um POEMA DO KANYE WEST SOBRE MC DONALD'S.

Publicidade

Enquanto tudo isso tava acontecendo, o Frank Ocean tava bem do tranquilinho escrevendo alguns desabafos e alguns agradecimentos (ah, e rindo da nossa cara) no Tumblr dele: "I HAD THE TIME OF MY LIFE MAKING ALL OF THIS. THANK YOU ALL. ESPECIALLY THOSE OF YOU WHO NEVER LET ME FORGET I HAD TO FINISH. WHICH IS BASICALLY EVERY ONE OF YA'LL. HAHA. LOVE YOU." ("Eu me diverti demais fazendo tudo isso. Obrigado a todos. Especialmente aqueles que nunca me deixaram esquecer que eu tinha que terminar, que foram basicamente todos vocês. Haha. Amo vocês.")

Se Blonde valeu a pena, depois dessa espera toda? Bom, aí é de cada um decidir. Se pra você não valeu, porém, aqui vão alguns memes que talvez façam valer. (Ah, e um vídeo maravilhoso do Joey Bada$$ declamando o poema do Kanye). Nos vemos quando o próximo disco do Frank sair, em 2020.

[ATUALIZAÇÃO: 23/08, 14h]: Que o Frank tem um gosto musical dos deuses, a gente já sabe. Afinal de contas, quem mais colocaria nomes como David Bowie, Kanye West, Jamie xx, Kendrick Lamar, the Beatles, Brian Eno, Yung Lean e Elliott Smith num disco só, não é mesmo?

E, além de poesia sobre o McDonald's e outras firulas mais, o Boys Don't Cry também tem um lista feita pelo Frank Ocean elencando as suas músicas favoritas de todos os tempos. Como você certamente não teve acesso ao Boys Don't Cry — porque, né, quem tem 500 dólares pra comprar um zine no eBay? —, resolvemos colocar a lista abaixo pra você:

Publicidade

FRANK SINATRA – "HOW INSENSITIVE"

SIMON & GARFUNKEL – "SCARBOROUGH FAIR"

ARVO PART – "ALINA"

DONNA SUMMER – "I FEEL LOVE"

CROSBY & NASH – "TO THE LAST WHALE"

BOBBY HUTCHERSON – "PRINTS TIE"

JOYCE MORENO – "JARDIM DOS DEUSES"

MAZZY STAR – "FADE INTO YOU"

NICK CAVE & THE BAD SEEDS – "NO MORE SHALL WE PART"

JAMES BLAKE – "I NEVER LEARNT TO SHARE"

D'ANGELO – "ONE MO GIN"

GABOR SZABO – "THE LAST ONE TO BE LOVED"

LONNIE LISTON SMITH & THE COSMIC ECHOES – "SHADOWS"

NINA SIMONE – "IMAGES"

STEVE REICH – "IT'S GONNA RAIN"

WILLIE NELSON – "STARDUST"

TAMBO TRIO – "NOS E O MAR"

D.R.A.M. – "$"

GOLDLINK – "WHEN I DIE"

KRAFTWERK – "THE MAN MACHINE"

TONY ALLEN – "ASIKO"

JOHN MCLAUGHLIN & JOHN SURMAN – "EARTH BOUND HEARTS"

AL GREEN – "SIMPLY BEAUTIFUL"

NINA SIMONE – "MR BOJANGLES"

TODD RUNDGREN – "FLAMINGOS"

DARYL COLEY – "THE MEDLEY OF PRAISE"

ISAO TOMITA – "CLAIR DE LUNE"

ROBERT GLASPER EXPERIMENT – "CALLS FT. JIL SCOTT"

CHAKA KHAN/RUFUS – "YOUR SMILE"

DEATH GRIPS – "BITCH PLEASE"

GANG OF FOUR – "ANTHRAX"

THE BEATLES – "I AM THE WALRUS"

STEVIE WONDER – "JESUS CHILDREN OF AMERICA"

CAUSTIC WINDOW – "THE GARDEN OF LINMIRI"

KIM BURRELL – "HOME"

ANDRE 3000 – "VIBRATE"

APHEX TWIN – "AISATSANA [102]"

ALEX G – "MIS"

GERRY RAFFERTY – "RIGHT DOWN THE LINE"

RAY J – "ANYTIME"

CURTIS MAYFIELD – "JESUS"

DAFT PUNK – "SOMETHING ABOUT US"

GIL-SCOTT HERON – "YOUR DADDY LOVES YOU"

JACO PASTORIOUS – "PORTRAIT OF TRACY"

THE SMITHS – "RUSHOLME RUFFIANS"

PRINCE – "WHEN U WERE MINE"

TALKING HEADS – "ROAD TO NOWHERE"

THE CURE – "BOYS DON'T CRY"

Siga o Noisey nas redes Facebook | Soundcloud | Twitter