FYI.

This story is over 5 years old.

Conheça o Site que é um Índice de Mulheres na Música Experimental

O Many Many Women, que começou como uma simples lista de compositoras para uma amiga do músico e curador Steve Peters, quer evidenciar o avant-garde feminino.

O grande problema de gênero no mundo da música não é que artistas mulheres não existem. É que essas mulheres, na maioria das vezes, parecem ser invisíveis porque passam despercebidas pela imprensa ou são ocultas de narrativas históricas. Steve Peters, um músico e curador de Seattle, se pôs a corrigir isso e, no mês passado, criou o Many Many Women—um arquivo online dedicado a artistas mulheres trabalhando com música experimental e avant-garde, como Yoko Ono, Laurel Halo, Daphne Oram, e Maria Chavez.

Publicidade

O index, que funciona por ordem alfabética, contém links para páginas de mais de mil mulheres na música clássica contemporânea, avant jazz, sound art, eletrônica experimental, e por aí vai. Peters têm constantemente atualizado o arquivo conforme recebe novas sugestões, que aparentemente vêm aparecendo numa velocidade de "400 nos últimos três dias", ele escreveu no site nessa semana. O "About" da página inicial do site também revela o ímpeto por trás do projeto de Peter:

"Alguns anos atrás, uma pianista brilhante e talentosa me disse que ela passou todos os anos de sua faculdade em Julliard tendo ouvido falar de apenas cinco compositoras femininas – três das quais estavam mortas. Eu comecei a fazer uma lista pra ela, mas exagerei um pouco então aqui estamos."

Entre no Many Many Women para descobrir como você também pode enviar nomes para o arquivo.

Siga o Max Pearl no Twitter.

Siga o THUMP nas redes Facebook //Soundcloud // Twitter.