Sexo

16 maneiras simples de apimentar o sexo baunilha

Você pode acrescentar novidades para o que você já conhece e gosta sem partir totalmente para o kink.
24 September 2020, 8:22pm
couple in bed: Small Ways to Make Vanilla Sex More Adventurous (But Not Wildly Freaky)
Foto por Xuanyu Han via Getty Images.

Talvez você não goste normalmente de sexo selvagem e está totalmente confortável com uma rotina mais baunilha. E tudo bem se é isso que você e seu parceiro ou parceira gostam — e não significa que esses gostos são mais específicos do que “fazer sexo na cama em um conjunto limitado de posições”."

Mas se às vezes você pensa “Hum, talvez tenha jeitos de ajustar essas posições de vez em quando”, ou tem o menor impulso de apimentar as coisas, você tem opções. Tem vários jeitos simples de mudar sua rotina sexual para acrescentar algumas novidades aos básicos que você já sabe e gosta, sem mergulhar de cabeça no território kink. Alguns desses métodos nem envolvem realmente transar — são só maneiras como você e seu parceiro ou parceira pensam e falam sobre sexo e se excitam. (Outros têm sim a ver com transar mesmo.) Aqui temos algumas ideias para tornar o sexo normal que você já curte um pouco mais aventureiro.

1. Conversar sobre fantasias compartilhadas.

Fantasiar com o parceiro sobre o mesmo cenário — mesmo um dos jeitos normais como vocês já transam — pode ser o esporte de equipe perfeito quando se trata de fazer o sexo baunilha parecer especial. Como a educadora sexual Kaz Lucas sugeriu: “Tire um tempo para conversar sobre as fantasias e imaginar pequenos detalhes”.

Vocês também podem conversar sobre algo que nunca fizeram antes e ver como vocês se sentem: Descrever um ménage imaginário pode ser um bom lugar para começar. Juntos, você podem imaginar como a terceira pessoa seria. O que ela ou ele estaria usando quando vocês se encontrassem? Qual o cheiro da pessoa? Cada um pode ir descrevendo esse parceiro misterioso e como ele participaria durante o sexo com vocês.

2. Faça um áudio com você se masturbando e mande para o parceiro.

Mensagens de voz para o parceiro podem ser uma ótima preliminar enquanto vocês estão longe, ou mesmo em outra parte da casa.

Isso pode parecer mais seguro do que fazer uma sex tape para algumas pessoas. “Uma fantasia gravada — por você ou o parceiro sexual — pode oferecer uma forma duradoura de excitação. É algo que dá menos ansiedade que um vídeo, e suas mãos ficam livres para se tocar”, disse o psiquiatra Travis Meadows, especialista em consultoria sexual. Fantasias gravadas tiram a pressão de sentir que você tem que atuar fisicamente na hora também. Tire um tempo, e mande alguma coisa que você gostar bastante.

Tente se gravar durante o orgasmo na masturbação ou dizendo exatamente o que você quer que seu parceiro faça quando vocês estiverem juntos. Dependendo do que você usar para gravar e enviar, muitas mensagens de voz podem ser salvas e ouvidas de novo quando vocês precisarem de inspiração para a próxima vez.

3. Assistam pornô juntos (ou separados).

Precisa de um pouco de inspiração? Assistir outras pessoas transando — mesmo que de um jeito baunilha — pode tornar sua vida sexual mais excitante. Acrescentar estímulo visual também te dá confiança para finalmente experimentar coisas que você já estava imaginando. Se você não se sente pronto para fazer isso com outra pessoa ainda, e se seu parceiro topar, mande um link do seu vídeo pornô favorito para abrir a conversa sem o nervosismo e timidez em potencial na hora H.

4. Façam e troquem listas de “faria, não faria, talvez?”

Listas geralmente não são associadas com sensualidade, mas tirar um tempo para realmente escrever o que você toparia ou não experimentar na vida sexual pode ajudar a trazer alguns dos pensamentos na sua cabeça para a realidade. Uma lista de “faria, não faria, talvez?” é um jeito ótimo de verbalizar atos sexuais que vocês estariam abertos a experimentar versus coisas que são demais pra vocês, segundo a educadora sexual Janielle Bryan. “Esse é um jeito perfeito para começar uma conversa sobre novas coisas para experimentar, comparando as listas lado a lado e vendo o que combina”, ela disse.

Coloque um objetivo para quantas coisas vocês devem escrever. A maioria das pessoas consegue facilmente pensar em quatro ou cinco coisas, mas e se vocês tentassem 30? Uma lista mais longa pode encorajar a pensar fora da caixa e além das suas atividades sexuais normais.

5. Falar putarias descomplicadas.

Introduzir conversas safadas no quarto pode tirar um pouco da ansiedade quando se trata de experimentar coisas novas. Essa é uma preliminar perfeita antes de fazer qualquer coisa física. Por onde começar: vocês podem começar dizendo as coisas diferentes que gostariam de fazer. Um bom começo seria dizer algo como “Adoro quando você faz X porque Y”.

6. Faça uma privação sensorial básica.

Você já percebeu que seu olfato fica muito mais forte depois de ficar com o nariz entupido? Ou olhar para uma luz forte por um tempo e perceber que sua visão está distorcida? O mesmo vale para os sentidos durante o sexo. Usando coisas com que vocês ficam confortáveis, como um lenço ou venda, tente tirar sentidos específicos. Se você ou seu parceiro não podem ver ou tocar o corpo um do outro, isso pode tornar o encontro sexual mais intenso quando o acesso for finalmente restaurado — e intensificar o jeito como vocês experimentam o sexo através dos outros sentidos.

7. Ou: acrescente sensações.

Se você é mais o tipo de pessoa que prefere acrescentar a tirar na vida sexual, sorte sua. “As pessoas podem ter encontros sexuais mais excitantes usando todo seu sistema nervoso”, explicou a terapeuta sexual Michelle Herzog, acrescentando novas experiências sensoriais no sexo. Tente incorporar tecidos diferentes nas preliminares (como renda, couro ou seda) ou introduzir novos cheiros (com velas e óleos essenciais).

8. Faça ou receba uma massagem sensual.

Já que estamos falando de velas: usar óleo morno no parceiro durante uma massagem pode ajudar no quesito sensorial. Investigar como seu parceiro responde a diferentes temperaturas é um jeito simples de descobrir novas sensibilidades. Tente usar velas que funcionam como óleo de massagem — essas velas são diferentes das normais porque, em vez de liquefazer em cera quente, elas são feitas de óleos seguros para o corpo que vão derretendo lentamente, então tenha certeza de que comprou o tipo certo para evitar queimaduras.

9. Experimente mordidas leves entre os beijos e lambidas.

Independente de se você ou o parceiro gostam de sexo mais pesado, mordidas leves são incríveis entre os beijos, tantos nos lábios como em outras partes do corpo que não sejam os genitais. Para algumas pessoas, mordidas gentis nessas áreas também podem ser agradáveis — assim as sensações vão se acumulando com o tempo.

10. Use uma cadeira.

Transar numa cadeira pode te dar uma vantagem numa posição como cowgirl. O parceiro que vai fazer a penetração se senta na cadeira e a outra pessoa senta no colo de frente pra ele. Usando o apoio da cadeira e os pés no chão, a pessoa por cima tem mais controle sobre o ritmo e uma base confortável para sessões mais longas.

11. Use um vibrador.

Se você geralmente só usa brinquedos eróticos sozinho, ou mesmo se ainda não tem um brinquedo erótico, jogar um vibrador na mistura é “um jeito de aumentar as apostas durante o sexo com um parceiro”, disse a terapeuta sexual Kamil Lewis. Vibradores podem ser usados externamente no clitóris, ânus, mamilos e ao redor da cabeça do pênis. Use vibrações gentis (ou mais fortes) nessas áreas sensíveis para ver como vocês se sentem.

12. Faça ou receba uma masturbação sem as mãos.

Masturbação sem as mãos é estimular o parceiro “sem usar as mãos ou a boca nos genitais”, disse Meadows. “Sem usar as mãos ou sexo oral, isso pode abrir uma porta para descobrir jeitos criativos de estimular os genitais do parceiro.” Usar partes diferentes do corpo (nariz, dedos dos pés, etc.) no lugar das mãos ou boca permite explorações sexuais que podem ser surpreendentemente excitante. (Tente com uma venda também.)

13. Foque nos mamilos.

Dependendo do seu nível de conforto e vontade de brincar com partes do corpo que são mais sensíveis, morder e apertar os mamilos podem ser jeitos de aumentar as sensações além de beijar essas partes. Você pode esfregar os mamilos do parceiro enquanto ele ainda está vestido. Experimente lamber e depois assoprar os mamilos do parceiro para acrescentar estímulo.

14. Experimente com BDSM leve.

Experimentar BDSM não significa necessariamente que vocês devem partir logo de cara para as versões mais extremas. Lucas sugere usar as mãos ou coisas que você tem em casa para experimentar sem o aspecto intimidador de chicotes e algemas: Não tem algemas? Sem problema. Use um lenço ou um item de roupa.

Usando as mãos ou diferentes objetos, vocês podem experimentar com níveis variados de impacto com tapas no corpo um do outro. Como Lucas recomenda: “Comece com as coxas ou braços antes de partir para áreas mais sensíveis, como rosto e bunda”. Comece com toque leve, e vá aumentando o peso do impacto quando você e o parceiro estiverem prontos.

15. Tente fazer sexo o mais lentamente possível.

Como disse Herzog: “Desacelerar o sexo é um jeito simples e bastante erótico de pensar fora da caixa”. Ir devagar não quer dizer se mover num ritmo glacial. Se focando em cada momento, carícia e beijo, vocês podem perceber aspectos disso que gostam e dar mais atenção e tempo a eles.

16. Experimente o edging.

Se vocês estão procurando um jeito certeiro de aumentar a antecipação e excitação durante as preliminares ou o sexo, experimente o edging — uma prática onde você vai acumulando as sensações para o orgasmo mas para logo antes de gozar. Comece explorando uma área com a boca ou as mãos, mas pare antes de tudo ficar intenso demais, acumulando estímulos enquanto vocês continuam, incluindo atrasar os orgasmos quando a coisa chegar a esse ponto. Quando vocês vão acumulando excitação, mesmo o sexo de sempre parece novo em folha.

Siga a Penda N’diaye no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.