Publicidade
Guia VICE para a actualidade

Um adolescente sobreviveu 49 dias no mar, a bordo de uma frágil cabana flutuante

Pelo menos 10 navios passaram por ele sem o verem, até que um, finalmente, o conseguiu salvar.

Por Drew Schwartz; Traduzido por Madalena Maltez
25 Setembro 2018, 1:46pm

Captura de ecrã via Consulado Geral da Indonésia em Osaka / the Guardian.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE USA.

Enquanto a maioria dos adolescentes passaram este Verão a trabalhar em campos de golfe ou sítios do género, Adli Novel Adilang, de 19 anos, passou a sua época estival a pescar a bordo de uma frágil cabana flutuante, conhecida como rompong, pela costa da Indonésia. Todavia, esta aventura de Verão tornou-se, inesperadamente, num pesadelo de 49 dias, depois de uma tempestade de vento ter deixado a jangada desconjuntada e o rapaz ficado apenas com um walkie-talkie, uma bíblia e alguns materiais de pesca, de acordo com o Guardian.

Numa experiência bastante menos confortável do que a das mulheres que estiveram perdidas em alto-mar com um carregamento de massa, Adilang passou sete semanas sozinho no mar, a pescar peixes e a cozinhá-los em tábuas de madeira que arrancou da cabana, segundo relata o Straits Time. O jovem terá ainda recorrido ao seu Bear Grylls interior e bebido água do mar, que filtrava através da roupa, aparentemente numa tentativa de cortar na quantidade de sal que andava a ingerir.

Segundo o consulado indonésio, o adolescente acabou por flutuar até uns impressionantes 2.400 quilómetros de onde tinha começado e, inacreditavelmente, passaram por ele pelo menos 10 navios antes de conseguir, finalmente, chamar a atenção de um. "De cada vez que via um navio grande, contou-me ele, ficava esperançoso, mas mais de dez navios passaram e nenhum deles parou ou sequer viu Aldi", disse um diplomata indonésio ao Jakarta Post.

Finalmente, cerca de um mês e meio depois de se ter perdido no mar, o rapaz conseguiu pedir ajuda à tripulação do MV Arpeggio, um navio panamiano, ao enviar um sinal de emergência de rádio através do walkie-talkie. De acordo com o Straits Times, o barco andou em círculos à sua volta quatro vezes, sem conseguir aproximar-se o suficiente para o tirar de lá, dadas as condições de vento. Depois, a tripulação acabou por lhe atirar uma corda e o adolescente lançou-se para dentro de água, agarrando-se com toda a força à corda que estava presa a umas escadas.

Segundo o Guardian, Adilan passou, alegadamente, por momentos em que considerou o suicídio durante as semanas de viagem forçada, tendo pensado em atirar-se ao mar. Em vez disso, focou-se na bíblia e rezou. Milagrosamente, saiu dali vivo e voou de volta para a Indonésia no principio deste mês, onde desde então conseguiu recuperar totalmente.

E achavas tu que o teu trabalho de Verão tinha sido difícil.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Tagged:
indonesia
Oceano
Noticias
barco
mar
Pesca
adolescente
vgtrn
Sociedade
Guam
actualidade
Salvamento
Destaques
pescador
cabana flutuante
jangada
perdido no mar