esporte

Brasileiros causam constrangimento ao assediar uma mulher estrangeira na Rússia

Torcedores russos assediaram e filmaram a mulher antes do primeiro jogo do Brasil.
Imagens via.

O vídeo é curto e constrangedor. Uma mulher loira dá risada e reforça o coro de um bando de marmanjos com a camiseta do Brasil, visivelmente sem saber o que eles estavam cantando. Os torcedores brasileiros que foram até a Rússia acompanhar a Copa do Mundo de 2018 não se acanham em ser filmados. Eles cantam "Buceta Rosa! Buceta Rosa!" ou "Essa é bem rosinha" e pulam em volta da mulher.

O vídeo viralizou no fim de semana, horas antes do jogo do Brasil x Suíça no domingo (17), e envergonhou muitos brasileiros que se depararam com ele no Facebook e no Twitter.

Publicidade

Além da alegria em exibir a exuberância do machismo brasileiro em terras estrangeiras, há suspeitas de que um dos homens que assediaram a mulher o ex-secretário de Turismo de Ipojuca (PE), à época no PSB, Diego Valença Jatobá. Graças a uma reportagem feita por um site feminino, foi possível confirmar que Jatobá está de fato viajando pela Rússia a fim de acompanhar os jogos da Copa.

Nas Olimpíadas de 2016, muitos brasileiros criticaram a postura dos nadadores dos EUA que forjaram um assalto após arrumarem briga em um posto de gasolina no Rio de Janeiro. Uma delas foi se aproveitar do estereótipo brasileiro de violência e corrupção para inventar uma história elaborada e limpar a cara perante as autoridades brasileiras. Dois anos depois, parece que alguns brasileiros gostam de reproduzir o próprio machismo estereotipado com orgulho para a comunidade internacional. Mesmo sem perceber.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube .