Publicidade
Actualidade

Cinco perguntas ao homem que levava meio quilo de coca debaixo do capachinho

O homem foi detido no aeroporto de Barcelona, quando a polícia reparou na altura da sua peruca, que tentou disfarçar com um chapéu.

Por Alba Carreres; Traduzido por Madalena Maltez
16 Julho 2019, 12:55pm

Todas as imagens cortesia Polícia Nacional da Catalunha.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Espanha.

Foi detido um homem no Aeroporto de Barcelona que tinha meio quilo de cocaína escondido debaixo do capachinho. Isto aconteceu. Isto é real.

O indivíduo foi detido à chegada do seu voo, que vinha de Bogotá, Colômbia, um destino considerado "quente" por ser um ponto importante da distribuição de drogas a nível global. A peruca alta e o chapéu que levava posto para a cobrir chamaram a atenção da polícia, que por isso o parou para uma revista.

cocaina debajo del peluquin

“Foi a primeira vez que nos deparámos com uma mula com a droga escondida debaixo de uma peruca”, diz o porta-voz do departamento de imprensa da Polícia Nacional da Catalunha à VICE. E acrescenta: “Já tínhamos encontrado pessoas que a tinham escondido debaixo de próteses mamárias ou de gesso, mas nunca nada assim". A perspicácia policial e o nervosismo do homem denunciaram-no. Bem, comecemos com as perguntas obrigatórias:

Quem teve esta ideia genial?

Tenho a certeza que a ideia não foi dele, porque nas fotografias não parece um génio do tráfico de drogas. Parece mais um senhor normal, com pinta de boa pessoa. Lembra-me o meu pai. Alguém que nunca pensou em entrar numa situação destas, mas que foi convencido por alguém que lhe disse que ninguém ia espreitar dentro de um capachinho, que ninguém jamais iria pensar em levantar uma peruca para ver se ele lá tinha meio quilo de coca. Quando viu o maço de dinheiro, convenceu-se de que esse plano maluco "não era uma ideia assim tão má" e preparou-se para a pior aventura da sua vida.

O que nos leva à seguinte pergunta:

A sério que achavam que ia funcionar?

Basta ver a fotografia para perceber que isto era claro como água. Ou são os traficantes mais iludidos do Mundo ou, desde o primeiro momento, já sabiam que ele seria o bode expiatório ideal para iniciar uma manobra de distracção e conseguir passar mais alguns quilogramas de cocaína por outro lado. Quem sabe!

Bem, se calhar o pobre homem pensava que se o Puigdemont anda por aí com aquele capachinho, e ninguém diz nada, talvez o dele também passasse despercebido.


Vê: "Trafiquei cocaína para os EUA para pagar os meus empréstimos de estudante"


Porque é que o homem está de colete de lã?

Na fotografia pode apreciar-se que, além de uma peruca com um fardo de meio quilo de cocaína por baixo, o senhor está vestido com um colete que parece ser lã (ou um tecido semelhante) azul. Ora, é Verão. Especificamente, mês de Julho. Agora, em Barcelona, onde quer que se que vá, está calor. Muito calor. Talvez, só talvez, usar um colete de lã no meio do Verão não fosse a melhor maneira de passar despercebido, muito menos por cima de uma camisa de mangas compridas!

Veste-te com naturalidade, age com naturalidade, mexe-te com naturalidade e mistura-te com o ambiente... não trafico drogas, mas acho que estes são os principios básicos de toda essa cena, certo? É que está mesmo muito calor. E seguindo esta linha...

cocaina debajo del peluquin

O que é que se passa com este capachinho?

Deve ser um momento difícil para uma pessoa careca ir comprar aquela que será a sua peruca, mais ainda se quiser esconder cocaína lá dentro. Mas o que se vê na fotografia é muito estranho: "O formato do seu crânio não era o de um crânio comum", dizem-nos do gabinete de imprensa da Polícia Nacional. Um esclarecimento que nada mais faz do que gerar ainda mais dúvidas sobre esta operação peculiar, bem como sobre a peculiar forma craniana do senhor, que nas fotos não podemos apreciar.

Por outro lado, ninguém reparou que o tom da peruca é bastante mais claro que o resto do cabelo do homem? Ninguém tentou que a peruca tivesse mais a ver? Ninguém pensou que quanto mais estranha fosse a combinação, mais as pessoas iam olhar para essa misteriosa protuberância peluda sobre a sua cabeça? E uma última coisa, na segunda fotografia não parece que rapou o cabelo só para usar o capachinho? Dá a sensação de que lhe está a crescer cabelo depois de uma boa rapadela.

Teria sido demasiado sorrir para a fotografia?

Sim, percebo que acabaste de ser apanhado, que provavelmente estás no pior momento da tua vida e seria um gesto frívolo, como também esta pergunta pode ser frívola. Mas, no fundo, não deixa de ser uma fotografia inédita. Este senhor (ainda que involuntariamente) fez história no narcotráfico; é, falando em termos objectivos, um empreendedor, alguém que fez da necessidade uma virtude e criou um precedente ao aproveitar a sua alopecia para traficar.

Aproveitar os teus defeitos e convertê-los em oportunidades é algo que te ensinam em todas as escolas de marketing. As fotografias do senhor com o saco de coca na cabeça geram uma ternura por este homem que, se não fosse pela sua existência, seguramente não sentiríamos - e isso é de aproveitar.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Tagged:
barcelona
narcotráfico
Noticias
Sociedade
tráfico de drogas
traficantes de drogas
Destaques
tráfico de cocaína
capachinho
cocaína debaixo da peruca
aeroporto de Barcelona