Publicidade
Munchies

Pizza é muito melhor para o pequeno-almoço que a maioria dos cereais

É uma nutricionista que o garante e é uma boa notícia para as tuas ressacas.

Por Mayukh Sen
05 Fevereiro 2018, 1:36pm

Fotos via  MaxPixel e Pixabay  .

Este artigo foi originalmente publicado na nossa plataforma MUNCHIES US.

A manhã chega e tu, ainda meio abananado e com uma bruta ressaca, rebolas na cama e oh, o que é isto? Sim, um pedaço de pizza que encomendaste a noite passada, a rir-se para ti na mesinha de cabeceira! Olá, minha linda! Levanta-te e anda, seu ressacado sem vergonha e vai directamente para a cozinha aquecer esse pedaço de céu. Hum, sim. Nada melhor que uma fatia de pizza quentinha para animar a refeição mais importante do dia.

Se achavas que eras o único que pensava assim, temos uma óptima notícia: uma nutricionista está do teu lado. “Pode ser surpreendente descobrir que uma fatia de pizza e uma tigela de cereais com leite integral contêm quase as mesmas calorias”, salienta Chelsey Amer, nutricionista, numa recente entrevista ao The Daily Meal. E acrescenta: “No entanto, a pizza tem muito mais proteínas, o que vai contribuir para que fiques satisfeito a manhã toda”.


Vê: "A maior Convenção Mundial de Pizzas"


Surpreendido? É uma afirmação e tanto, ainda mais de tiveres em conta que a maioria dos cereais disponíveis no mercado são apenas um monte de açúcar. Uma fatia de pizza é tão gordurosa e rica em proteínas, diz Amer, que vai deixar-te de barriga cheia e sustentado durante mais tempo que uma tigela de cereais, que, para além disso faz com que tenhas depois de lidar com síndrome de abstinência de açúcar.

“Não estou a dizer que pizza é a opção mais saudável para o pequeno-amoço”, sublinha Amer em declarações prestadas ao MUNCHIES por e-mail uns dias depois, quando lhe pedimos para comentar as suas afirmações. E acrescenta: “Muitos cereais vendidos para o pequeno-almoço contêm tanto açúcar como uma tablete de chocolate”.

A especialista realça ainda que isto não se aplica a todos os cereais – por exemplo, farelo de aveia. “O que procuro é menos de cinco gramas de açúcar adicionado e pelo menos cino gramas de fibras”, explica sobre as suas escolhas pessoais de cereais. E sublinha: “Além disso, grãos integrais devem ser o primeiro ingrediente. Depois, combina os cereais com uma boa fonte de proteína, como iogurte grego, leite ou um punhado de castanhas e sementes e aproveita para colocar também algumas frutas, para acrescentar fibras, vitaminas e minerais”.

Mas... e a pizza?

“Acho que as pessoas devem comer de acordo com a sua vontade”, argumenta Amer. E conclui: “Honrar o teu desejo de pizza ao pequeno-almoço pode evitar que comas uma pizza inteira mais tarde”.

Ouviste a doutora. Faz uma rabanada de pizza. Investe na “pizza do pequeno-amoço”. Mas, se é mesmo melhor que uma tigela daquele cereal rico em fibras, parece-nos que a questão fica em aberto.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Tagged:
Pizza
Comida
Gastronomia
dieta
ressaca
Saúde
nutricionista
Destaques
nutricional
pizza amanhecida
pizza nutricional
pequeno-amoço