Ibérica

Quem tem medo do Lobo Ibérico?

Não há muito tempo, os lobos enfrentaram a quase extinção na Península Ibérica. Agora, regressaram em força. Mas, nem toda a gente está satisfeita.
12.9.17

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.

Depois de séculos sob ameaça constante, o lobo esteve prestes a extinguir-se em Espanha e Portugal. No entanto, nos anos 1970, do lado de lá da fronteira, a intervenção de vários indivíduos e grupos de conservação da Natureza, com Félix Rodriguez de la Fuente à cabeça, mudou a mentalidade dos espanhóis. Desde então, a população de lobos na Península Ibérica não tem parado de crescer. Actualmente, estima-se que em Espanha existam entre dois a três mil lobos. Em Portugal, o número rondará os 300.

Segundo avançava à Agência Lusa, no final de 2016, o presidente do Grupo Lobo, Francisco Fonseca, existem quatro situações diferentes de distribuição da espécie em território português: "Uma que abrange a área do Minho, Peneda/Gerês e norte do distrito de Bragança, em que a população tem uma boa densidade e é estável, outra na zona da Serra da Arada (Viseu) até à zona de Trancoso (Guarda), onde prolifera uma população de baixa densidade, mas estável, sendo que a situação é diferente no distrito de Vila Real, onde a população de lobos tem diminuído ao longo da última década. Na zona da raia, entre os rios Douro e Tejo, existe uma outra população identificada que é muito flutuante e dinâmica, sobretudo ao nível de novos indivíduos".

O uivo dos lobos volta ouvir-se nos montes e vales onde há décadas isso não acontecia e, em Espanha, nem toda a gente está satisfeita. Os criadores de gado dizem que se sentem desprotegidos perante a possibilidade de ataques aos seus animais e pedem às autoridades medidas para reduzir a população lupina. Por outro lado, os ecologistas e as entidades de conservação da Natureza defendem que o lobo tem de ser protegido, já que, caso contrário, poderá ser prejudicial para as economias rurais.

Na reportagem acima, a VICE fala com caçadores e com criadores de gado que todos os anos perdem animais devido a ataques de lobos. Falamos também com conservadores da Natureza que organizam jornadas de avistamentos de lobos e com os ecologistas que tentam consciencializar as populações rurais e que provaram que, em Espanha, continua a ser necessário encontrar um equilíbrio entre homem e lobo.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.