FYI.

This story is over 5 years old.

Bruno Furlan Estreia na Dirtybird Records com ‘Blow Minutes’

O DJ paulista que teve um som selecionado para a coletânea de 10 anos da gravadora americana de techno, nos contou sobre sua trajetória sem medo de falar o que espera do futuro.

O produtor paulista Bruno Furlan é tipo um prodígio. Graças ao pai, que também é DJ, começou a mexer com vinis ainda criança e a tocar profissionalmente com apenas 12 anos. Sim, d o z e anos. Isso porque ele já discotecava em casamentos aos cinco. Hoje, com seus 20 anos recém-completados, não é surpresa que o rapaz tenha sua própria label, a Crocodile Records; é apoiado por uma pá de gente consolidada na cena eletrônica e toca diversos projetos pela frente em selos nacionais e gringos.

Publicidade

O mais novo desses projetos você confere agora. A faixa "Blow Minutes", um techno massa que fará parte da coletânea DIRTYBIRD 10, da gravadora de Los Angeles Dirtybird Records, que foi liberada pra gente antes o lançamento oficial do EP, que tá marcado para o dia 27 de janeiro.

A seleção das faixas foi feita pelo "chefe" de Bruno, o produtor americano de techno e house Claude VonStroke, para comemorar os 10 anos da gravadora e seu catálogo de artistas, homenageando os antigos nomes do selo e introduzindo os novinhos. Na conversa por e-mail, Bruno falou sobre esse lance dele com a Dirtybird, seu background na música e o que ele está planejando pra 2015.

THUMP: Quando você começou a se envolver com a música eletrônica? E quando começou a produzir suas próprias faixas?
Bruno Furlan: Na realidade, comecei desde pequeno. Meu pai era DJ, tenho fotos de bebê mexendo já nos vinis! Comecei a tocar mesmo, profissionalmente, aos 12 anos. Vim me aperfeiçoando, toquei em alguns eventos grandes em São Paulo. Desde então vim conseguindo expandir minhas técnicas e ideias.

Por volta de 2008 e 2009 comecei a fazer algumas introduções básicas. Não satisfeito com o resultado, perdi dias, semanas e meses até conseguir algum programa profissional. Comprei o Ableton, não sabia mexer em nada. Sem ver vídeo-aula, dicas, nem fazer curso, vim aprendendo muito! Depois de alguns anos batendo a cabeça com o programa, hoje consigo me sentir livre nele! Graças a muitos amigos dando conselhos, dicas, me motivando, hoje consegui um sonho de criança: fazer parte do melhor e maior selo de groove do mundo!

Publicidade

Você já recebeu suporte de uma galera da cena como o Anderson Noise, o Gustavo Mota e outros mais. Como foi o contato com essa galera, como se conheceram?
Na verdade o suporte do Anderson e do Gustavo foi através de eu enviar a música para eles ouvirem, e deram a ajuda. Hoje, com o sucesso da DB, milhares de pessoas e grandes artistas vêm me elogiar, dar suporte e tudo mais! A quantidade de pessoas aguardando ansiosamente pelo lançamento para poderem tocar é inacreditável!

Poderia contar a história de como chegou na Dirtybird Records?
Foi uma coisa inesperada, enviei demos várias vezes, enviei a "Blow Minutes" e não obtive retorno. Havia desistido já. Quase 2-3 meses depois, o meu novo chefe, Claude, me retornou, dizendo que adorou o groove! Pulei de alegria, era um e-mail inacreditável… Parecia um sonho, ainda parece! Só tenho a agradecer!

Planejou o lançamento em um EP ou álbum para esse ano? Ou algum novo projeto?
Tem vários singles e EPs que estão prestes a sair, em grandes gravadoras! Uma delas é a Zero Eleven, do Gabe. Outra é a Monotonik, e também a LouLou do Kolombo. Atualmente estou com minha gravadora, a Crocodile Records. Apesar de nova, está crescendo muito rápido!

Estou com um novo projeto com meu pai, que será apresentado como Beto OS. Os grooves deixarão marcas onde passarem, ainda vão ouvir falar muito de nós!

Tem algum artista com o qual você gostaria de trabalhar? Qual (ou quais)?
Tenho sonhos - quase impossíveis. Coisas impossíveis me fascinam. Um dia, que se realize uma música, ou várias, com meus maiores ídolos: Claude VonStroke, Gabe, Shadow Child, Cause & Affect, Hannah Wants, Flex B, German Brigante, Sonny Fodera, J. Philip, Macromism, entre outros.

A coletânea DIRTYBIRD 10 será lançada no dia 27 de janeiro pela Dirtybird Records e a pré-venda acontece pelo iTunes.

Siga o Bruno Furlan nas redes:
soundcloud.com/djbrunofurlan
facebook.com/djbrunofurlan
beatport.com/artist/dj-bruno-furlan/230182
youtube.com/user/djbrunofurlan

Siga a Dirtybird Records nas redes:
dirtybirdrecords.com
soundcloud.com/dirtybirdrecords
facebook.com/dirtybirdrecords
twitter.com/dirtybird_sf