Noticias

Boletim Matutino da VICE - 3/10/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
3.10.19
37988014094_c23005b7a9_o
Mário Vasconcellos / CMRJ

Brasil

Polícia prende mulher de PM acusado de matar Marielle e mais 3 pessoas

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã de hoje três pessoas em uma operação relacionada à morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018. Entre elas está Elaine de Figueiredo Lessa, mulher do sargento reformado da PM Ronnie Lessa, acusado de cometer o crime. Além de Elaine, a polícia prendeu Márcio Montavano, o "Márcio Gordo" e Josinaldo Freitas, o "Di Jaca", que são suspeitos de ajudar a ocultar provas. Um quarto mandado de prisão ainda está sendo cumprido contra o irmão de Elaine, Bruno Figueiredo. Ronnie Lessa também é alvo de mandado, mas ele já está preso. – UOL

Publicidade

MPF acusa Osmar Terra de improbidade por suspensão de edital da Ancine

O Ministério Público Federal ajuizou hoje uma ação civil pública contra o ministro da Cidadania, Osmar Terra, por improbidade administrativa, em virtude da suspensão de um edital da Ancine para produções de audiovisual para emissoras de televisão públicas. A medida foi considerada no meio cultural como o primeiro ato formal de censura praticado pelo governo Jair Bolsonaro (PSL). Esta é a primeira ação de improbidade movida pelo MPF contra um ministro do atual governo. Segundo o MPF, a suspensão causou prejuízo aos cofres públicos uma vez que o governo federal já havia gasto quase R$ 1,8 milhão na análise das 613 propostas que disputavam o edital. – UOL

Processo de expulsão de coronel que estuprou menina de 2 anos é suspenso pela PM do Rio

O Tribunal de Justiça do Rio suspendeu, no último dia 19, o processo de expulsão do coronel reformado da PM Pedro Chavarry Duarte, condenado por ter estuprado uma menina de 2 anos em 2016. Os desembargadores da 5ª Câmara Criminal decidiram aguardar o resultado definitivo de um recurso de apelação no qual Chavarry recorre da condenação. O coronel continua integrando os quadros da PM e recebendo salário. Em setembro, ele ganhou R$ 34.614,16 brutos, de acordo com informações do Rio Previdência. – Extra

À revelia da Justiça, associação do Rio fornece óleo de maconha a pacientes

Publicidade

Uma associação de pacientes do Rio de Janeiro está fornecendo óleo de maconha medicinal para um grupo de pessoas mesmo sem autorização judicial para isso. Chama a prática de “desobediência civil pacífica” e já a declarou, inclusive, para a Justiça. Presidida pela advogada Margarete Brito, a Apepi (Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal) ensina famílias a cultivar a maconha, faz a ponte entre médicos e pacientes e tem parceria com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) em eventos e pesquisas sobre o tema. Margarete decidiu extrapolar o seu habeas corpus individual e passou a produzir óleo de Cannabis para 18 pacientes de famílias de baixa renda, que não têm condições de importar o produto. – Folha de S. Paulo

Donos de asilo são indiciados por tortura que teria levado idosos à morte em Minas

A polícia mineira encaminhou para o Ministério Público estadual o indiciamento de seis pessoas de uma clínica de repouso de Santa Luzia (MG). Elas vão responder por vários crimes, entre eles, torturas, abusos sexuais, privação de água e comida, cometidos por cinco anos. A negligência teria, inclusive, colaborado para as mortes de 18 internos, de acordo com as investigações. As condições precárias ajudaram a levar 18 idosos à morte, afirma a delegada Bianca Prado. "[As mortes] foram causadas pela negligência, agressões ou foram pelo menos aceleradas. A gente tinha no local um total abandono, não tinha prestação de socorro, não tinha alimentação. Tudo isso juntado ao fato de serem pacientes com saúde debilitada colaboraram e muito no resultado morte". – UOL

Publicidade

Ministério da Agricultura suspende venda de 33 marcas de azeite de oliva fraudado

O Ministério da Agricultura suspendeu a comercialização de 33 marcas de azeites de oliva por terem sido adulteradas. Nesta etapa, foram identificados 59 lotes com irregularidades. A maior parte das fraudes foi feita com a mistura com óleo de soja e óleos de origem desconhecida. Houve redução na comparação com a ação divulgada em abril de 2018, quando a fraude envolveu 46 marcas, informa o ministério, em comunicado. O Coordenador de Fiscalização de Produtos Vegetais, Cid Rozo, diz no comunicado que praticamente não existe mais estoque no mercado desses lotes que foram reprovados, pois os remanescentes foram destruídos após o julgamento dos processos administrativos. – UOL

Grafite de Greta é alvo de vandalismo e prefeitura decide apagá-lo no Mato Grosso

Um grafite com a imagem da ativista ambiental sueca Greta Thunberg pintado no viaduto São Cristovão, em Sinop (MT), no final de semana, foi riscado com a frase "Lula 'tá' preso babaca", hoje. Após o ato de vandalismo, a prefeitura do município afirmou que o rosto de Greta será apagado e substituído por uma arara. De acordo com o diretor de Cultura de Sinop, Daniel Coutinho, a proposta inicial para a pintura do viaduto envolvia imagens relacionadas com a fauna e a flora. As pinturas foram feitas durante um evento de revitalização dos viadutos no sábado (28) e domingo (29). – UOL

Publicidade

Mundo

Iraque tem 18 mortos em três dias de protestos no país

Quatro manifestantes foram mortos a tiros nesta quinta-feira (3) na cidade de Amara, ao sul de Bagdá, no terceiro dia de manifestações no país, informaram fontes médicas e policiais à agência France Presse. Há três dias, os manifestantes exigem fim da corrupção, melhores serviços públicos e maior oferta de emprego. Os violentos protestos já deixaram 18 mortos. O primeiro-ministro do Iraque, Adel Abdul Mahdi, impôs toque de recolher em algumas cidades iraquianas – inclusive a capital, Bagdá – onde todos os veículos e pessoas estão proibidos de trafegar a partir das 5h desta quinta-feira (horário local) "até segunda ordem", informou o gabinete do premiê. – G1

E mais

Atleta norte-americana quebra recorde de Usain Bolt 10 meses após dar à luz

Uma das primeiras atletas profissionais a exigirem novas políticas de licença-maternidade para a Nike, Allyson Felix, 33, acaba de virar manchete de novo. Medalhista olímpica e referência nas corridas de 400m e 800m, a americana – que perdeu todo o patrocínio da marca esportiva quando resolveu engravidar – acaba de quebrar um recorde de Usain Bolt E, detalhe: ela fez isso apenas 10 meses após dar à luz. A conquista aconteceu em Doha, no Qatar, onde acontece o Campeonato Mundial de Atletismo da IAAF. Ao correr a segunda parte do revezamento misto 4x400 (cuja vitória foi dos EUA), Allyson subiu ao topo do pódio tornando-se a única atleta – homem ou mulher – a ganhar 12 medalhas de ouro no campeonato mundial, ultrapassando o recorde que antes pertencia a Bolt. – Glamour