dinheiro

Como ganhar dinheiro no Instagram sem ter milhões de seguidores

Olá, microinfluencers.
MS
Traduzido por Marina Schnoor
Crédito:  Xavier Lalanne-Tauzia.

Se você está começando a ganhar seguidores no Instagram, seja com fotos de comida mais artísticas, postagens bonitas sobre natureza ou só fotos fofas do seu gato mesmo, tem uma boa chance de fazer dinheiro com esse hobby.

A maioria dos instagrammers usa a plataforma como um diário na internet ou um jeito de manter contato com os amigos, mas, como você deve saber, a rede social também pode ser um meio lucrativo de conseguir uma renda extra se você atrair patrocinadores. Se você está procurando um jeito de compartilhar sua paixão online enquanto ganha uns trocos, siga essas dicas abaixo e veja onde elas te levam.

Publicidade

Faça sua página brilhar

Para ir de algumas centenas de seguidores para milhares, você precisa focar sua página num tema específico e aí garantir que suas fotos chamem atenção.

Há milhares de páginas para seguir na rede social, então você tem que dar aos visitantes uma razão clara para acompanhar o que você está fazendo. Em vez de tentar ser tudo ao mesmo tempo, desenvolva um nicho e faça seus posts se encaixarem no tema.

Não sabe que nicho seria melhor pra você? Pense nas coisas que você já conhece e gosta, e como abordar isso – seja moda, esportes, arte de rua, música ou qualquer coisa que você ame.

O resto vem de postar fotos de alta qualidade com consistência, escrever legendas bem pensadas que contam uma história e envolver as pessoas com perguntas, conversas e, muito importante, respondendo as perguntas e comentários delas. O HuffPost tem mais algumas dicas para aumentar seu público aqui.

Pense em qualidade, não quantidade

Não se preocupe em ter muitos seguidores antes de tentar monetizar sua página. Micro influencers, com pouco mais de 100 mil seguidores estão em alta demanda de patrocinadores e podem ganhar de $100 a $1.000 por postagem, com um post médio trazendo por volta de $300 em 2017, segundo o AdWeek.

Os marketeiros adoram micro influencers porque as pessoas tendem a confiar mais neles. Na verdade, 70% dos millennials preferem recomendações de micro influencers, ou endossos de gente que não é celebridade, segundo uma pesquisa de 2016 com 14 mil pessoas da empresa de marketing Collective Bias.

Publicidade

“Quando você tem um público que é um grande alvo da indústria, que se importa com a sua marca e com o que você tem a oferecer, há mais chances deles comprarem de você”, diz a estrategista de redes sociais Jenn Herman.

Procure os patrocinadores certos

Se quer começar a ser pago pelos seus posts, você precisa abordar diretamente as empresas. “Eu sempre digo isso aos influencers: não espere as marcas virem até você”, diz a consultora de marketing digital Shane Barker. “Pense numa ideia e aborde a marca, explique por que eles precisam de você trabalhando para eles.”

Ajuda ter um kit de mídia que explique sua marca, quem são seus seguidores e por que você seria uma boa pessoa para patrocinar. Você pode abordar as empresas diretamente por e-mail ou telefone, mas é mais fácil dar sorte se você trabalhar com uma agência que cobra uma comissão.

Mistures os posts pagos com coisas boas

Imaginar como interromper seu feed normal com postagens pagas é um tipo de arte. Sabina Trojanova, que promove viagens ecológicas para seu público de 97 mil seguidores, faz isso por códigos de cupons. Num exemplo de post pago, Trojanova está sentada na praia com o celular, promovendo um aplicativo de línguas e colocando um o código de desconto na legenda.

Uma abordagem mais sutil é simplesmente taguear as marcas nas suas postagens. É isso que Michelle Lewin, uma instrutora de fitness com mais de 12 milhões de seguidores, faz. “Só tagueio as marcas, assim mantenho meus seguidores sem acabar com o selo de 'vendida'.”

Publicidade

Venda seus próprios produtos

Enquanto patrocínio é uma maneira óbvia de monetizar sua página no Instagram, você também pode usá-la para vender seus próprios produtos. Por exemplo, a treinadora de fitness da Flórida Zoe Rodriguez usa sua página para promover seus ebooks de exercícios.

Tiffany Aliche, mais conhecida como Budgetnista, usa seu Instagram para promover seus cursos de finanças. A maioria dos cursos dela são grátis, mas ela cobra uma taxa para palestrar ou dar seminários privados.

Seja você mesmo

Seja acrescentando patrocinadores ou vendendo seus próprios produtos, não esqueça como você conseguiu tantos seguidores em primeiro lugar. “Tenha certeza que os produtos que você ajuda a vender estão na mesma linha moral da sua persona online”, diz a blogueira de viagens Trojanova.

“Se você acredita no que está promovendo, isso fica óbvio”, acrescenta o especialista em marketing de redes sociais Nicholas Kinports. “Os instagrammers que mais lucram começam com temas que conhecem, hobbies em que são naturalmente bons ou tópicos negligenciados que gostariam de ver mais na internet.”

O tipo certo de conteúdo patrocinado não é só outro #ad, mas uma postagem que mostra quem você realmente é, diz a influencer de Manchester Sara Tasker, cujas fotos são uma mistura de paisagens, produtos e fotos íntimas dela com a família. “As pessoas estão procurando um vislumbre dos bastidores e um senso de ligação”, ela disse.

“Tente construir uma galeria que mostre o amor, a felicidade e o trabalho duro que entram no que você faz”, acrescentou Tasker.

Sua conta no Instagram é um reflexo de você, então vale a pena fazer um esforço extra para criar uma ótima página.

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter, Instagram e YouTube .