Percorre a Europa com um mapa de algumas das suas obras de arte mais importantes
arte

Percorre a Europa com um mapa de algumas das suas obras de arte mais importantes

O reddit é o Deus dos mapas incríveis!
26.4.17

Este artigo foi originalmente publicado na nossa plataforma Creators México

O universo do Reddit não se cansa de burilar magníficas pérolas para nosso deleite. Ainda recentemente, partilhámos o mapa mundi da autoria do utilizador Backforward24, que mostrava a obra literária mais representativa de vários países do Mundo.  Agora, outro membro do site fez um apa que presta homenagem à produção artística europeia ao longo da história. O resultado é impactante.

Publicidade

De Guernica, de Picasso, em Espanha, à Vénus de Milo, na Grécia, passando por O Fado, de José Malhoa, em Portugal [N.E.: uma escolha no mínimo controversa, mas que seguramente se explica pelo tema nela retratado e pela dimensão que o fado tem lá fora, enquanto símbolo do País], as obras em destaque mostram o fascinante legado cultural da civilização ocidental desde os primórdios da sua existência.

O mapa é da autoria de HalfBlueSky, que pretende assim mostrar as várias facetas que tornam reconhecíveis os momentos históricos e os movimentos artísticos mais fortes em cada país, como por exemplo o Romantismo Alemão, representado por O Viajante Sobre o Mar de Névoa, de Caspar David Friedrich, ou o Impressionismo Francês, representado por Impressão, Nascer do Sol, de Claude Monet.

Publicidade

Chipre: Casal, por Stelois Votsis

República Checa: O Bebedor de Absinto, por Viktor Oliva

Dinamarca: A Pequena Sereia

Estónia: Semi-nua com saia às risca, por Adamson-Eric

Finlândia: O Anjo Ferido, por Hugo Simberg

França: Impressão, Nascer do Sol, por Claude Monet

Grécia: Vénus de Milo

Hungria: O Velho Pescador, por Tivadar Csontváry Kosztka

Islândia: Thingvellir, por Thorarinn B. Thorlaksson

Irlanda: Três Estudos de Lucian Freud, por Francis Bacon

Itália: Mona Lisa, por Leonardo da Vinci

Letónia: Depois da Missa, por Janis Rozentāls

Lituânia: Reis (Reis de Contos de Fadas), por Mikalojus Konstantinas Čiurlionis

Luxemburgo: Moselle em Greiveldange com Stadtbredimus, por Nico Clopp

Macedónia: Paris Psalter

Moldávia: As Raparigas de Ciadar Lunga, por Mihai Grecu

Montenegro: Nossa Senhora de Philermos

Países Baixos: Rapariga com Brinco de Pérola, por Johannes Vermeer

Noruega: O Grito, por Edward Munch

Polónia: Rejtan, por Jan Matejko

Portugal: O Fado, por José Malhoa

Roménia: Car Cu Boi, por Nicolae Grigorescu

Rússia: Outono Dourado, por Isaac Levitan

Sérvia: O Montenegrino Ferido, por Paja Jovanović

Eslováquia: Trabalho, por Albin Brunovsky

Eslovénia: Pomlad (Primavera), por Ivan Grohar

Espanha: Guernica, por Pablo Picasso

Suécia: Pequeno-almoço debaixo da Grande Árvore, por Carl Larsson

Suíça: O Homem que Caminha,por Alberto Giacometti

Turquia: O Treinador de Tartarugas, por Osman Hamdi Bey

Ucrânia: Réplica dos Cosacos Zaporozhian, por Ilya Repin

Reino Unido: O Lutador Temerário, por J. M. W. Turner

Vaticano: A Criação de Adão, por Miguel Ângelo