Duas Tardes Com o MPL SP

FYI.

This story is over 5 years old.

Noticias

Duas Tardes Com o MPL SP

Na quinta e sexta-feira passadas acompanhamos a garotada do Movimento Passe Livre de São Paulo em suas comemorações da Semana Nacional da Luta do Passe Livre.
30.10.12

Na quinta e sexta-feira passadas, logo antes do segundo turno das eleições pra prefeito, acompanhamos a garotada do Movimento Passe Livre de São Paulo em suas comemorações da Semana Nacional da Luta do Passe Livre. Eles celebram a data desde 2005 pra marcar a vitória do ano anterior em Floripa, quando a população cercou a Câmara Municipal local até os vereadores aprovarem um projeto de lei de iniciativa popular garantindo o Passe Livre pra estudantes. Vale aqui dizer que a manifestação também aconteceu em outras cidades e que hoje a luta é pelo passe livre nos transportes públicos não só pra estudantes, mas pra geral. Outra: apesar dos protestos grandes que realizaram ano passado e das campanhas pra prefeitto em São Paulo terem sido muito baseadas no transporte público, eles continuam praticamente invisíveis pra grande mídia.

Na quinta, a galera se reuniu em frente à Prefeitura, e o plano era ir até o Terminal Parque Dom Pedro II queimar uma catraca, mas tava todo mundo tão animado que acabaram estendendo a passeata até a Praça da Sé. E daí deu merda com os seguranças do metrô, que tentaram baixar o cacete nos manifestantes — um cara que ninguém conhecia chegou a ser preso, foi espancado e liberado. Bem, como você pode sacar nas fotos acima, no rolê teve cartazes, uma fanfarra lindamente disléxica (que já é tradição em manifestações pelo menos desde os movimentos antiglobalização do final do século XX), o grupo de teatro Servos da Catraca, cantoria animada, panfletagem, moradores de rua se juntando à festa e muita polícia.

Na sexta o lance foi no Terminal Jardim Ângela, na zona sul. Foi bem parecido, mas com menos polícia (só que mais tensa), sem teatro e sem porrada. O quorum foi menor, inclusive em faixa etária — conversamos com uma molecada dimenor moradora da região que participava pela primeira vez de um ato político na rua. Lindo de ver. Há muito mais coisa a ser contada, mas vamos deixar assim por enquanto, já que preparamos uma surpresa pra vocês. Por ora, transe as fotos.

Publicidade