Os ônibus virtuais de turnê do Carlão são o ouro desconhecido do YouTube
Games

Os ônibus virtuais de turnê do Carlão são o ouro desconhecido do YouTube

Abram o caminho para o maior motorista de turnê virtual.
10.8.18

Carlão Bus Top Show não é o canal de YouTube que precisamos, mas é o que merecemos. Desde 2014, quase todo dia, Carlos Costa posta vídeos dele próprio dirigindo pelas estradas do Brasil no Euro Truck Simulator 2. Até aí, nada de novo: nesse exato momento dezenas de pessoas fazem streaming do jogo no Twitch. Mas Carlão é único. Ele é um motorista de turnê virtual.

Antes de explicar, veja com seus próprios olhos.

O vídeo é uma homenagem ao alagoano Kara Veia, morto em 2004. Enquanto dirige de Maceió a Recife um ônibus plotado com fotos do cantor de forró, Carlão ouve músicas dele, conversa com seu público, fala bobagens da estrada e papeia sobre outros artistas. Para quem não se deu conta, ele volta e meia lembra que é só um jogo.

E essa é a síntese do canal. Carlão simula os típicos ônibus de turnê decorados com fotos gigantescas e usados por cantores e bandas de forró, brega, gospel e outros ritmos menos descolados. Em cada vídeo, ele vai de uma cidade a outra como se levasse os passageiros ilustres para o destino do próximo show.

Publicidade

“O pioneiro fui eu nisso aí”, diz ele, que mora em Guarulhos, dirigiu táxis e foi motorista de ônibus na vida real antes de se aposentar por causa da artrite. “É uma dor danada. Hoje eu faço um vídeo aqui, para e já vou ali tomar um remédio.”

A brincadeira começou por acaso. Alguns anos atrás, Carlos participava do que ele chama de ‘uma empresa virtual’ chamada Expresso Tavares. Pela descrição, parece com uma guilda de MMORPG, um grupo de amigos que se junta para jogar juntos online. No caso da Expresso Tavares, os jogos escolhidos eram o Euro Truck Simulator 2 e o American Truck Simulator.

A ideia era simular a dinâmica de uma empresa de transportes real. Quando conta a história, Carlão inclusive diz que ele e os amigos dirigiam “ônibus de linha comum”. Na Expresso Tavares, havia uma competição para ver quem fazia mais viagens ao longo de um mês, e os vencedores levavam skins novas para os ônibus. Entre elas, algumas com referência a músicos mais ou menos famosos.

Skins - como a galera com alguma familiaridade com jogos online deve saber - são roupagens únicas para determinado objeto. No Counter Strike: Global Offensive, por exemplo, há skins para armas que chegam a custar mais de mil dólares.

De qualquer forma, depois de ganhar algumas dessas skins personalizadas, Carlão começou a gravar os vídeos com ônibus de turnê. O primeiro do tipo é da Paula Fernandes - ele faz referência a outros anteriores, mas não estão mais disponíveis.

Publicidade

Deu certo, começaram a pedir mais e Carlão aprendeu a fazer os próprios skins. “No começo eu só fazia de famoso, hoje 99% é pedido de pessoas independente, que tão começando, ou já tão na estrada há algum tempo e querem divulgação”, conta. Ao todo, são mais de 4.500 vídeos e 15 milhões de visualizações.

O recorde de views é do Devinho Novaes, o Boyzinho (Trajeto: Caruaru - Recife), com 625 mil. Mas poucos dos mais recentes passam das mil visualizações. A verdade é que, depois de anos de monopólio, surgiu concorrência para Carlão. “Tem outros caras por aí, uns traíra, no começo pegava meu vídeo e colocava lá, até que eu falei chega”, diz. “Não fazem narração nem nada, só divulgam CD, mas as minhas visualizações caíram muito.”

Busão brasileiro

O nome é óbvio: Euro Truck Simulator é um simulador de caminhões na Europa. Então como chegamos em ônibus em estradas brasileiras? Mods. Carlão compra modelos variados de ônibus por até R$ 20.

Sobre os mapas, há vários para o Brasil. Ele cita dois: o Mapa RBR é pago e explora o interior de São Paulo (“Ele é muito detalhista, faz seis anos que começou e ainda tá chegando em Minas Gerais”). Já Roberto Restanho cria versões gratuitas do Nordeste, por exemplo, e oferece num canal do YouTube chamado EAA.

Para se ter uma ideia de como essa comunidade leva a brincadeira a sério, a Expresso Tavares chegou a pagar para ter outdoors com propaganda da empresa. Hoje, no entanto, a Tavares desacelerou as atividades. No lugar dela, Carlão faz parte de um novo empreendimento virtual: a Terceiro Turno Cargas.

Juntos, eles fazem comboios e tiram uma ondinha, mas a genialidades está mesmo nos ônibus de turnê. Carlão faz porque gosta, não ganha nada e sequer pode monetizar o conteúdo por conta de direitos autorais.

“É o sonho de toda banda ter um ônibus desse. Depois a família inteira vem me agradecer, dizer que gostou do vídeo, é muito bom.”

Leia mais matérias de ciência e tecnologia no canal MOTHERBOARD.
Siga o Motherboard Brasil no Facebook e no Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.