arte

Ilustrações que desmontam o sistema opressivo da sociedade

Ashley Lukashevsky faz da ilustração um símbolo de esperança no futuro.
15.1.18
Captura via Instagram.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE MÉXICO.

Com a ilustração e o desenho gráfico como principais armas, Ashley Lukashevsky está a abordar algumas das actuais problemáticas que os Estados Unidos da América - e grande parte do Mundo - têm vindo a enfrentar nos últimos tempos.

Nascida en Honolulu, Hawaii, Ashley sempre desenhou mulheres de diferentes tamanhos, origens e estilos e dedica essas ilustrações à celebração da feminilidade, em vez de simplesmente recriar a típica imagem da mulher magra e "perfeita". E, para além de prestar homenagem às mulheres, através dos seus trabalhos a artista pretende manifestar uma posição política.

Para Lukashevsky, desenhar os seus sentimentos perante as situações que diariamente testemunha nos Estados Unidos, é uma forma de canalizar a sua própria frustração.

As artes visuais sempre foram um dos instrumentos mais utilizados para moldar perspectivas, seja qual seja a temática de que estejamos a falar. Ao longo da história encontramos uma infinidade de usos da publicidade e da propaganda para mover as massas por um determinado caminho.

É por isso que a ilustração pode servir tão bem de veículo para um certo poder político. No caso das ilustrações de

Ashley Lukashevsky, o objectivo é positivo e encontra ressonância em vários sectores da sociedade e grupos minoritários afectados pelas mais recentes políticas norte-americanas contra migrantes, ou contra a comunidade LGBTQ.

Nas suas ilustrações, Ashley inclui várias vezes informação para todos os que se sentem afectados ou que queiram reagir contra todas as políticas negativas com que se confrontam. Para isso, fornece um número de telefone, um mail ou um link.

Publicidade

Para veres mais ilustrações e informação, visita a sua página web. Abaixo podes ver uma selecção de trabalhos.


Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.