Noisey

Essa banda da Costa Rica mandou Bolsonaro "tomar no cú"

Conversamos com a dupla de grindcore Picha, que traduziu o sentimento de meio mundo na faixa "Bolsonaro, Vai Tomar no Cú" (sim, com acento).

Roger Waters deixou muitos fãs do Pink Floyd no modo full pistola. Ao redor do mundo, muita gente está tentando alertar o Brasil sobre o tamanho da merda que será eleger Jair Bolsonaro (PSL), incluindo a extrema-direita francesa representada por Marie Le Pen, um ex-diretor da Ku-Klux Klan e até o criador da Lei de Godwin (aquela que diz que toda discussão online tende a acabar em comparações com Hitler).

Publicidade

Mas, talvez, o desabafo definitivo tenha vindo dessa banda de grindcore da Costa Rica, Picha. Eles gravaram uma música que deixa pouco espaço para interpretações, no melhor estilo grind bermudinha jeans: "Bolsonaro, Vai Tomar no Cú". O acento no cu é proposital, resgatando aquela saudosa ênfase infantil dos primeiros palavrões.

Noisegrinder, integrante do Picha, costumava vir ao Brasil a trabalho e também ficou puto com o chorume despejado pelo coronel da reserva. “Quando estive no Brasil pude ver, ler e olhar o comportamento dos seguidores do Bolsonaro. Ficou claro que ele é um ignorante, que não se importa com ninguém além de quem pensa igual a ele. Assisti a uns vídeos virais e fiquei surpreso com a homofobia e a ignorância dele. Foi aí quando decidi fazer a música, pois um babaca desses só pode tomar no cu”, explica o baterista e vocalista. A dupla é formada por ele e Forensick na guitarra e baixo.

A música, que tem 1m28s — o que a torna uma faixa longa, levando em consideração os padrões grindcore — faz parte do álbum La venganza del carepicha, lançado em dezembro de 2017. No papo que a Noisey bateu com Noisegrinder, o cara disse não ter agenda política e que defende a liberdade de expressão. “Só queremos um mundo onde ninguém tenha medo de pensar, pois todos somos livres e merecemos respeito.”

Logo, não faria o menor sentido os caras do Picha fecharem com a censura. Por isso, eles julgam que o presidenciável está longe de ser a melhor opção. “Bolsonaro não pode ser a pessoa que o Brasil vai escolher para representar este povo maravilhoso perante ao mundo — e só posso dizer #EleNão. O Brasil não pode eleger Bolsonaro e seguir o exemplo dos EUA escolhendo um ‘Trump brasileiro’. Bolsonaro pode ser a pior coisa para o Brasil e por isso mandamos ele tomar no cu”, finaliza Noisegrinder.

Leia mais no Noisey, o canal de música da VICE.
Siga o Noisey no Facebook e Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.